Meio Bit » Mobile » Reset de fábrica do Android não impede recuperação de dados

Reset de fábrica do Android não impede recuperação de dados

7 anos atrás

bad-droid

Como você utiliza seu smartphone Android Você é daqueles que fazem dele um computador portátil, pronto para resolver quase qualquer situação? Você o utiliza somente para acessar redes sociais e compartilhar fotos? Ou ainda, você faz dele sua agência bancária de bolso? Bom, isso não importa muito, pois em qualquer situação nós estamos confiando dados cada vez mais pessoais e críticos a nossos aparelhos. E digamos que é a hora de vendê-lo para comprar outro. Um reset de fábrica resolve tudo, certo?

Errado. De acordo com um estudo publicado pela Avast, ao menos no Android o recurso não impede que seus dados sejam recuperados, e pior: com ferramentas simples.

O teste foi conduzido da seguinte forma: a Avast adquiriu 20 smartphones Android usados no eBay, sendo que seus antigos usuários tinham utilizado a ferramenta padrão de reset de fábrica para zerar o dispositivo, o chamado Factory Reset. Apesar disso a equipe da empresa de segurança conseguiu recuperar informações de todos eles, o que inclui um número superior a 40 mil fotos (sendo mais de 1.500 de crianças, mais de 750 de mulheres nuas e mais de 250 das partes baixas masculinas), mais de mil pesquisas no Google, mais de 750 e-mails e SMS, mais de 250 contatos (incluindo nome e endereço), quatro identificações completas de usuários e até mesmo dados de um empréstimo realizado pelo antigo dono de um dos aparelhos.

Isso é um problema grave, pois só no eBay mais de 80 mil smartphones são colocados à venda todos os dias. E para piorar as coisas, a Avast não utilizou ferramentas mirabolantes para ter acesso aos dados. Um dos programas utilizados foi o FTK Imager da AccessData, uma empresa de aplicações forenses digitais. E sim, você pode baixá-lo aqui e utilizá-lo gratuitamente por 30 dias.

A recuperação dos dados do empréstimo é a informação mais preocupante do estudo. Embora difícil, é possível que hackers possam extrair dados bancários de smartphones usados postos à venda, o que seria um completo pesadelo para muita gente que migrou as operações bancárias do PC para dispositivos mobile, especialmente no Brasil onde os programas guardiões instalados em browsers mais atrapalham do que ajudam.

Os pesquisadores recomendam a instalação da solução própria Avast! Anti-Thief para smartphones Android, que segundo eles garante uma deleção mais segura dos dados arquivados. Eu até recomendaria que os usuários fossem mais cautelosos e evitassem acessar dados sensíveis ou tirar fotos comprometedoras com seus Androids, mas esse é um caminho sem volta. Isso posto, a melhor solução para evitar esse problema é não se desfazer de seu Android antigo, ou apelar para a melhor ferramenta de destruição de dados:

mjolnir

Fonte: Avast.

relacionados


Comentários