Meio Bit » Games » Para executivo da Microsoft, Twitter tem sido muito importante para os indies

Para executivo da Microsoft, Twitter tem sido muito importante para os indies

Para responsável pelo programa da Microsoft voltado aos indies, um dos principais responsáveis pela ascensão dos estúdios independentes tem sido o Twitter.

6 anos atrás

twitter

A distribuição digital é muitas vezes apontada como a principal responsável pela ascensão indie, o que talvez faça todo o sentido, mas para Chris Charla, profissional que tem comandado o programa da Microsoft voltado aos estúdios independentes, o [email protected], é o Twitter a principal ferramenta que tem ajudado muito esses desenvolvedoras.

Tendo participado da Develop Conference realizada na cidade de Brighton há alguns dias, o executivo não poupou elogios ao serviço de microblogging, afirmando inclusive que ele foi a melhor coisa que aconteceu para a cena indie.

Ele [Twitter] nos mantêm sob os holofotes e é lá onde devemos estar. Eu estou muito feliz por estar sob luz do Twitter, mesmo que isso seja doloroso as vezes. Estar lá fora e poder ter uma relação com todo mundo é essencial. Nós nunca pararemos de ouvir.

Eu concordo com a opinião de Chris Charla. Ter a possibilidade de entrarmos em contato facilmente com os estúdio é algo muito bom e se os desenvolvedores tiverem a humildade de prestar atenção no que as pessoas estão dizendo, suas criações podem se tornam muito melhores.

Contudo, acho que as fabricantes de consoles poderiam facilitar muito mais essa linha de contato, permitindo por exemplo que pudéssemos falar com os estúdios através do próprio console, mais ou menos como o Steam faz através das páginas dos jogos, onde vez ou outra algum game designer responde as críticas ou elogios publicados por lá.

Não sei se isso é um desejo ou uma impressão, mas acredito que essa proximidade entre jogadores e desenvolvedores se tornará cada vez mais estreita e seja través de redes sociais ou por qualquer outro tipo de canal, imagino que isso poderá ser muito bom para a indústria.

Fonte: CVG.

relacionados


Comentários