Meio Bit » Games » Donos da marca Power Rangers ameaçam processar criadores do Chroma Squad

Donos da marca Power Rangers ameaçam processar criadores do Chroma Squad

Brasileiros da Behold Studios revelam que donos da marca Power Rangers ameaçaram processá-los por causa do Chroma Squad, jogo em que gerenciaremos um estúdio responsável pela criação de sentais.

6 anos atrás

chroma-squad

Há cerca de um ano os brasileiros da Behold Studios surgiram com uma campanha no Kickstarter para um jogo que prometia ser a realização do sonho  de muita gente. Em Chroma Squad teríamos a oportunidade de gerenciar um estúdio responsável pela criação de sentais, aqueles seriados japoneses de super-heróis.

A ideia fez tanto sucesso que a desenvolvedora conseguiu muito mais do que o valor desejado, mas nos últimos dias ficamos sabendo que o desenvolvimento do jogo poderia ter sofrido um duro golpe.

Através de um comunicado enviado a aqueles que investiram no projeto, a Behold revelou ter sido procurada pela Saban Brands, empresa proprietária da marca Power Rangers e que alegando similaridade entre as criações, poderia levar o caso aos tribunais.

Esta semana eles nos contataram para oferecer um acordo,” diz um trecho da mensagem. “Eles enxergam duas opções nessa negociação: a primeira seria utilizar uma corte para terem certeza de que o jogo não será lançado. A segunda opção seria eles se juntarem ao nosso projeto e receber uma parcela de royalties. Ambos preferimos a segunda opção, considerando que ir aos tribunais poderia ser doloroso para ambas as partes.

Eu não sou advogado e muito menos estou aqui para defender o pessoal da Behold Studios, mas ao saber dessa informação, a única coisa em que pensei é em quão oportunista a Saban Brands está sendo. Como os brasileiros mesmo disseram, o Chroma Squad não foi baseado em apenas uma franquia, mas em toda a cultura sentai e por isso acho a história tão absurda quanto se os criadores da série Bonanza quisessem processar a Rockstar por ter feito o Red Dead Redemption.

Menos mal que a Behold afirma que as conversas com a Saban estão sendo amistosas, mas mesmo assim achei a atitude dos donos da marca extremamente lamentável e como não sou um admirador desse tipo de programa, a postura dos executivos da Saban só fez nascer minha antipatia por eles.

Fonte: USgamer.

relacionados


Comentários