Meio Bit » Games » DirectX 12 não resolve o problema de resolução do Xbox One

DirectX 12 não resolve o problema de resolução do Xbox One

Segundo a CD Projekt Red, DirectX12 não é capaz de proporcionar aos desenvolvedores trabalharem mais facilmente para inserir resolução de 1080p no Xbox One

6 anos atrás

the-witcher-3

A Microsoft tem enfrentado alguns problemas acerca da resolução dos games no Xbox One. Devido a alguns probleminhas poucos são os títulos capazes de extrair 1080p do console, devido problemas de design envolvendo principalmente sua eSRAM, como bem apontou o pessoal da Rebellion. Conclusão: devido a diferenças mínimas o PS4 é levemente mais poderoso que seu concorrente, capaz de entregar resolução Full HD sem esforço, algo que na atual situação, com o 4K se tornando cada vez mais presente (apesar de bem caro), isso é o mínimo.

A Microsoft prometeu que o DirectX 12 chegaria para resolver esse problema, mas segundo a CD PRojekt Red, responsável por The Witcher 3: Wild Hunt não é assim que a banda toca.

Em entrevista, o chefe da equipe de programação Balazs Torok deixou claro que a nova versão da API gráfica da Microsoft não facilita em nada a vida dos desenvolvedores na questão trabalhar com maiores resoluções. Para ele, a maior parte dos games que se mostraram incapazes de rodar a 1080p no Xbox One porque a carga adicional de shading é muito pesada para o hardware lidar, e isso não é aliviado de nenhuma forma pelo DirectX 12. Basicamente ele poderá inserir mais polígonos na GPU “mas eles não poderão ser sombreados, o que destrói seu propósito”.

Para Torok, as limitações do Xbox One levarão os desenvolvedores a pensar fora da caixa, o que pode levar a um sistema melhor pelo simples trabalho paralelo de otimização da plataforma por terceiros, e não pela Microsoft. A Rebellion já distribuiu dev kits mais poderosos capazes de extrair mais do hardware do console, talvez esse seja o caminho que outras, incluindo a CD Projekt poderão tomar.

O grande problema que isso acarreta no fim das contas é o fato que a Microsoft tomou más decisões de design quanto ao hardware de seu novo console de mesa, o que está dificultando a vida de todos os desenvolvedores que buscam extrair não o máximo, mas o mínimo esperado por qualquer videogame que se preze em pleno 2014. Enquanto isso o PS4 segue vendendo muito bem e agradando os devs, onde todos contam a grana. Menos Redmond.

Fonte: GB.

relacionados


Comentários