Meio Bit » Filmes e séries » Discurso de ator de Breaking Bad no Emmys derruba site de sua esposa

Discurso de ator de Breaking Bad no Emmys derruba site de sua esposa

Em um discurso emocionado, Aaron Paul homenageia sua esposa ao receber o prêmio de ator coadjuvante, citando seu lindo projeto de combate ao bullying entre garotas. Só que o site do projeto não estava preparado pra tamanha exposição.

7 anos atrás

aaronpaul

E logo em seguida eles foram tomar um açaí na praia de Copacabana.

Ok, tirando o teor de revista de celebridades, existem duas coisas legais que valem ser mencionadas e que embasam este post.

Vamos entender o que aconteceu durante a celebração: Breaking Bad ganhou tudo o que poderia, com direito a referência circular à Seinfeld, fechando o ciclo desta obra com chave de ouro. Uma despedida à altura do que foi a série, nada além do merecido.

Aaron Paul, que interpretou Jesse Pinkman, recebeu ontem seu terceiro Emmy de ator coadjuvante. Durante o discurso, ele agradeceu todo apoio da equipe, de Bryan Cranston, mas também de Lauren Parsekian, que vem a ser sua esposa, evidenciando um trabalho muito legal que ela faz:

https://www.youtube.com/watch?v=_G516y3N53I
The Emmys 2014: Outstanding Supporting Actor - Drama (Highlight)

“… e para minha esposa, meu Deus, obrigado por se casar comigo. Obrigado por dedicar sua vida a espalhar bondade e benevolência pelo mundo. Nós todos agradecemos isso. E se vocês não sabem o que ela faz, procurem por ‘Kind Campaign’. Faça um favor a si mesmo a seus filhos: Kind Campaign.” — disse o ator depois de receber o prêmio.

Contexto estabelecido, vamos ao que realmente importa.

Primeiro: a campanha que Lauren faz é de fato muito legal. Trata-se de uma instituição sem fins lucrativos que combate o bullying à crianças, principalmente contra as garotas. Foi fundado em 2009 e luta contra o abuso que as garotas sofrem, entre si, usando armas como educação e conscientização.

Em conversa com algumas adolescentes daqui, ou até garotas mais velhas, ficou evidente pra mim que o período de colégio delas é realmente uma verdadeira tortura.

Mesmo no Brasil, lembro de presenciar algumas situações grotescas na época de colégio, da gordinha, da nerd que adorava estudar, daquela que não se sentia parte do grupo, e de certa forma, em níveis diferentes, trata-se de um processo social que mutila a individualidade e auto-estima de uma menina. É preciso muita, muita, muita personalidade pra passar ileso. E isso tem potencial de criar problemas sérios.

Portanto, extremamente válida a iniciativa. Uma causa que valeu tamanha publicidade.

Este aqui é o site:

site_Jesse

Link errado. ESTE é o site:

site_kind_online

Segundo: assim que Aaron Paul citou o projeto da esposa, o site caiu, tamanha quantidade de acessos:

site_kind

E até agora ele está meio intermitente. O que é bom e ruim ao mesmo tempo.

Sim, pois é legal saber que a curiosidade foi implantada e que uma campanha assim tenha chances de chegar a um grande número de pais e tutores.

Mas também é ruim ver que um conteúdo tão legal possa ficar offline por conta de empecilhos técnicos e sobrecarga de servidores. Mais ou menos o que sinto quando isso eventualmente acontece com o Meio Bit. 😛

Outra coisa bem legal que dá pra gente perceber é que, uma vez que o site não aguentou o tranco, vemos que não foi algo pensado, planejado, estudado. Simplesmente aconteceu ali, de forma espontânea.

Agora que o projeto recebeu esta exposição, espero que alguém de bom coração ajude a hospedar este site em um servidor mais parrudo.

E que isso inspire muitas pessoas ao redor do mundo. Afinal, apesar do que pregam algumas pessoas que lançam joguinhos nonsense para smartphone, nem só de futilidade vive o mundo das celebridades.

Fonte: Mashable.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários