Meio Bit » Fotografia » F/Stop vs T/Stop — veja a diferença

F/Stop vs T/Stop — veja a diferença

Entenda a diferença entre F/Stop e T/Stop e saiba como isso pode influenciar na luz de sua fotografia.

6 anos atrás

lente_luz

O vídeo foi publicado ano passado, mas parece que a galera veio descobrir essa pequena vídeo aula apenas agora. Embora a informação não seja essencial para sua fotografia, saber como isso funciona pode dar um indicativo sobre qual lente você vai comprar. A coisa funciona assim. Cada lente possui a sua abertura máxima de diafragma que é representado por um f seguido de um número. Essa representação nos chamamos de f/stop. O que entorta um pouco a cabeça de alguns iniciantes é que o f/stop possui uma relação inversa. Quanto maior o número menor a quantidade de luz que entra pela lente. Nesse caso, a lente com f/2,8 deixa passar mais luz do que quando o diafragma está em f/5,6 (não vamos falar nesse texto sobre Ponto de Luz para não enrolar a cabeça das pessoas mais ainda, mas fica para um futuro próximo).

De modo geral, o tal do f/stop é um número conseguido pela divisão da distância focal da lente pelo diâmetro do diafragma. Desse modo temos a circunferência do diafragma que vai deixar entrar mais luz (mais aberto) e menos luz (mais fechado) Pensando nesta lógica, toda lente com diafragma f/2,8 deixaria passar a mesma quantidade de luz, não é verdade? Bem, isso não acontece.

Se você tem uma lente do kit (18-55mm f/3,5-5,6) e uma 50mm f/1,8 em casa você pode fazer o teste. Coloque a lente do kit e faça uma foto em f/4. Depois faça a mesma foto com a 50mm em f/4 e você vai perceber que a foto feita com a lente do kit é mais escura. Você pode dizer que é porque a 50mm tem uma distância focal menor, mas se você fizer o teste com uma 85mm f/1,8 e a lente do kit o resultado será igualmente vantajoso para a lente fixa.

Isso acontece porque também temos uma medida chamada de T/Stop. O T significa simplesmente Transmissão. Embora os diafragmas possam ter o mesmo diâmetro, afinal estamos falando do resultado de uma conta matemática, as lentes são feitas de cristais que são agrupados dentro do corpo da lente. Dependendo da qualidade destes cristais eles podem deixar passar mais ou menos luz. Nesse caso, os cristais de uma lente fixa ou de uma lente profissional, são de melhor qualidade quando comparados com uma lente do kit e, consequentemente, barram menos a entra de luz. Existem sites que fazem reviews de lentes e mostram para o consumidor a abertura de diafragma (f/stop) e a marca de quanto elas deixam realmente entrar de luz (t/stop). Pouquíssimas lentes (incluindo aí as profissionais) conseguem entregar a mesma entrada de luz que está marcado em seus diafragmas, mas existem algumas curiosidades quando começamos a comparar lentes. Por exemplo, a EF 85mm f/1,8 da Canon possui um T/stop maior do que da EF 28mm f/1,8; também da Canon, mesmo com a distância focal bem maior. Vejam abaixo o vídeo e tentem entender essa pequena característica das lentes.

Matt Granger — F Stops vs T Stops - what is the difference?

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários