Meio Bit » Mercado » Google teria tentado adquirir a Cyanogen

Google teria tentado adquirir a Cyanogen

Google tentou comprar a Cyanogen a fim de provavemente encerrá-la e acabar com a concorrência; startup recusou, acreditando que pode crescer ainda mais

6 anos atrás

cyanogenmod

Quando a Cyanogen recebeu seu primeiro aporte de investimentos e se tornou uma empresa de tecnologia, seu objetivo era bem claro: fazer do CyanogenMod um fork do Android oficial e se consolidar como o terceiro SO mobile mais utilizado do mundo, permitindo que os usuários pudessem ter acesso a ele de forma prática (isso foi feito com o CyanogenMod Installer). Posteriormente, durante a segunda rodada o Google meio que reconheceu o sistema, já que o Oppo N1 veio com os GApps de fábrica - ou seja, o sistema recebeu certificação Google CTS.

Isso poderia significar que Mountain View estaria de olho na plataforma, e não deu outra: segundo o The Information (paywall), o Google de fato fez uma oferta de aquisição à Cyanogen, que foi prontamente recusada.

De acordo com a fonte, o próprio líder Google para Chrome e Android Sundar Pichai entrou em contato com os executivos da Cyanogen e "expressou interesse em adquirir a companhia" em nome da gigante das buscas. Isso não é de espantar, pois como a startup já recebeu duas rodadas de investimentos totalizando US$ 30 milhões, o que as empresas que injetaram seu rico dinheirinho mais querem é que ela seja vendida. Um comprador como o Google significaria altas cifras, mas a cúpula da Cyanogen decidiu não fechar o negócio pelo simples motivo de ser uma companhia jovem e acreditar que pode crescer ainda mais: ela no momento busca realizar uma terceira rodada de investimento, buscando um aporte de US$ 1 bilhão.

Qual seria o interesse do Google no Cyanogen? Embora tenha dado sua benção e o certificado como um fork oficial, a verdade é que a plataforma tem se tornado muito popular por trazer updates a dispositivos abandonados pelos fabricantes, estendendo sua durabilidade para além dos 18 meses de suporte oficial do Android. Isso seria algo que incomoda muito Mountain View pois atrapalha a estratégia do robozinho, pois incentiva os usuários a evitarem trocar seus aparelhos oferecendo atualizações constantes por mais tempo e uma experiência próxima da versão stock, com algumas funcionalidades extras bem úteis.

Sendo sincero, a aquisição da Cyanogen não teria outra motivação a não ser para encerrar o projeto, que segundo a comunidade conseguiu introduzir o CyanogenMod em "milhões de dispositivos Android". Engenheiros Mountain View de sobra. O AOSP já atende a companhia no que o fork faz. Adquirindo-a agora por um valor razoável evitaria que a plataforma crescesse demais, fosse adquirida por um terceiro que de fato invista nela e torne o CyanogenMod grande e popular o bastante para cruzar a barreira geek e chegar ao usuário médio, o que seria um pesadelo para o Google.

O fato é: se isso for verdade o Google não vai desistir. Resta saber se a Cyanogen vai continuar resistindo contrariando seus investidores, caso a oferta seja muito boa em futuras negociações. Eu não gostaria de ver o fork sumir (ele deu uma sobrevida considerável ao meu Galaxy S3), mas dependendo dos valores envolvidos ficará cada vez mais difícil se desvencilhar.

Fonte: AT.

relacionados


Comentários