Meio Bit » Internet » Facebook apagando perfis de índios por causa de “nomes inventados”

Facebook apagando perfis de índios por causa de “nomes inventados”

Não que seja o pior que já aconteceu com eles, mas pra piorar a situação nada agradável dos índios americanos, agora estão sendo alvo de perseguição… no Facebook. Perfis de nativos estão sendo apagados por terem nomes “esquisitos”. O mais irônico é que muito provavelmente quem está fazendo isso é um estagiário com sobrenome Suresh ou Kootrapali…

6 anos atrás

Screenshot - 17_10_2014 , 18_10_59

Há consenso entre historiadores: sempre que uma cultura tecnologicamente mais avançada faz contato com uma que esteja mais atrasada, ela tende a tomar no roscofe. Foi assim com os incas, astecas e os espanhóis, com nossos índios e portugueses, com os povos nativos norte-americanos e os ingleses, e com Brasil × Alemanha em 08/7/2014.

No caso dos índios americanos por mais malvados que fossem (dica: não, não eram) hoje basicamente todo mundo que não é um racista total reconhece que foram tungados. O Governo dos EUA repetidas vezes ignorou tratados de paz quando descobriam ouro em terras indígenas, e era comum e oficial oferecer recompensa por escalpos. Nesse tempo todo a única vingança dos índios tem sido mandar fuzileiros pras áreas com mais soldados japoneses, tirar dinheiro de brancos idiotas nos cassinos e não avisar aos compradores do terreno que ali havia um cemitério indígena.

Não é de hoje que de um jeito ou de outro os índios são sacaneados no Grande Irmão do Norte. Sabe aquele comercial clássico dos Anos 70, com um índio chorando diante da poluição? É lindo, tocante, mas o tal índio se chamava Cody Olhos-De-Ferro, era um ator 100% descendente de italianos.

Agora, mais uma pequena humilhação pra esses povos outrora orgulhosos, hoje vítimas do alcoolismo: em pleno Columbus Day, um dia em que os EUA comemoram seu descobridor e os índios são forçados e ouvir calados gente celebrando um sujeito que se dividia entre estuprar meninas índias e cortar mãos de nativos que não concordavam com a primeira atividade.

Vários índios descobriram que suas contas no Facebook foram sumariamente apagadas.

50daf259b937955f33000000_8_6-1356531986

Dois deles são Shane Creepingbear e sua esposa, Jacqui. Funcionário de uma universidade local, Shane é diretor-assistente de Admissão e Recrutamento Multicultural, o que é um nome bonito pra bela causa de de facilitar o acesso à educação para minorias.

Aparentemente há gente que não gosta disso, e perseguem Shane. O problema é que o Facebook, como todo serviço online, deixa a ponta do atendimento na mão dos estagiários Ipsilon semi-aleijões, incapazes de pensamento próprio. Entre uma dose ou outra de Soma, eles respondem aos formulários em suas telas de forma totalmente mecânica.

Uma denúncia de que Shane Creepinbear não era um nome real fez com que um desses estagiários olhasse, seus 3 neurônios ativos decidiram que o nome era estranho e pronto, DELETE, adeus conta de Shane e da esposa.

Por sorte as interwebs fizeram um escarcéu, e alguns dias depois as contas deles voltaram, mas nada garante que outra bobagem dessas aconteça. As ferramentas de denúncia de abuso estão sendo sumariamente abusadas, seja por puro racismo seja por interesse político.

Uma pena que enquanto tantos Snowdens, EFFs e Assanges gritem alertando contra o Big Brother ninguém peceba que a maior ameaça aos direitos individuais na internet são os próprios internautas. O lado bom é que vendo a hagada que fez o Facebook voltou atrás e Shane Creepinbear recebeu sua conta de volta.

Hoje o próprio Governo reconhece a importância da comunidade indígena e seus serviços prestados durante a Segunda Guerra Mundial ao ceder suas línguas nativas como criptografia invulnerável aos esforços dos especialistas japoneses. Os sobreviventes e as famílias dos já falecidos foram agraciados em 2001 com a Medalha de Honra do Congresso, a maior condecoração dos EUA, entregue pessoalmente, com agradecimentos, pelo Presidente dos EUA.

1abushcodetalkers_t640

É pedir demais que o Facebook adestre seus estagiários pra pensar duas vezes antes de apagar um perfil?

Fonte: CC.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários