Meio Bit » Ciência » Papa declara que teorias da Evolução e Big Bang são reais e não competem com a ideia de criação divina

Papa declara que teorias da Evolução e Big Bang são reais e não competem com a ideia de criação divina

Papa reitera na Pontifícia Academia das Ciências que as Teorias da Evolução e do Big Bang são verdadeiras e que não brigam diretamente com o conceito de um Deus criador.

6 anos atrás

o-GOOD-GUY-POPE-FRANCIS-facebook800

Se existe algo controverso e polêmico no mundo, há anos, é a briga Android vs iOS a discussão que existe ao redor das divergências entre ciência e religião. Trata-se de um tema delicado e de imediato peço desculpas a quem se sentir ofendido, mas não vou fugir aos fatos.

Antes que venham me crucificar (vai daí cazalbé!), eu cresci em uma família cristã, católica, fiz catecismo, crisma, fui batizado, fui coroinha por anos e anos e não fui molestado. Já li a Bíblia de cabo a rabo umas 4 vezes, e vira e mexe eu pego o livro pra dar uma conferida em uma passagem e outra. Não só a Bíblia católica, mas tenho aqui comigo também a protestante, o livro de Mórmon, Evangelho Segundo o Espiritismo e o Evangelho Segundo o Lobo (LEIÃO).

A primeira coisa que precisa ficar claro aqui é que é muito difícil não gostar do Papa Francisco. Ele vem mostrando, dia após dia, que está disposto ao diálogo e tem a cabeça aberta para outras perspectivas, a despeito dos dogmas da igreja católica.

Não que ele seja um revolucionário baderneiro, nada disso. Ele simplesmente assumiu o papado de uma forma mais… branda que seu predecessor. O Papa Benedito Bento XVI era afeito ao conceito do Design Inteligente, que defende que certas características do universo e dos seres vivos podem ser explicadas por uma causa inteligente, e não por um processo não-direcionado como a seleção natural. Pseudociência.

Pope

Em relação à causa gay, por exemplo, podemos ter dois pontos de vista.

O otimista: ele pode ser o primeiro pontífice a considerar a ideia de um casamento civil homossexual. Um avanço.

O pessimista: ele pode ter dito que isso é aceito, somente se a pessoa aceitar Deus em sua vida. Não é um avanço.

Note que o ponto de vista pessimista veio de um site católico, que tem como objetivo refutar a ideia de que o “comportamento homossexual” é ok. Complicado.

Ainda assim, ele se mostra propenso a entender as diferenças. Aliás, nenhuma afirmação de igualdade é tão perfeita quanto o respeito às diferenças, certo?

good-guy-pope-francis-atheist-quote

Desta vez o novo Papa declarou, durante uma cerimônia na Pontifícia Academia das Ciências, que as teorias da Evolução e do Big Bang são verdadeiras e que Deus não é um mágico com varinha de condão que faz tudo surgir de uma hora pra outra.

A tempo: se você ainda acha que “teoria” é “apenas uma teoria”, no sentido de ser algo sem comprovação, entenda de uma vez por todas que Teoria é algo que passou por zilhares de provas para validar suas premissas. A palavra que você está procurando é Hipótese. Uma teoria começa como uma ou mais hipóteses. À partir do momento que elas se comprovam, nasce uma Teoria. Combinado? Tranquilo? Legal, continuemos.

Numa tentativa de acabar com todas as pseudo-teorias do criacionismo e design inteligente, seu Chico explicou que as duas teorias acima não são incompatíveis com a existência de um criador, supondo que elas apenas precisem de um, já que nada se cria do nada.

Eu poderia aqui perguntar que, já que nada vem do nada, então de onde veio Deus, mas aí a conversa ficaria filosófica demais, envolveria a ideia de que não conseguimos definir o conceito de Deus e que, portanto, não saberíamos se ele é uma exceção ou não à essa regra.

Segundo o pontífice:

Quando nós lemos à respeito da Criação em Gênesis, nós corremos o risco de imaginar Deus como um mágico, com uma varinha de condão capaz de fazer qualquer coisa. Mas isso não é verdade.” - seguido de: “Ele criou os seres humanos e deixou que eles se desenvolvessem de acordo com as leis internas que deu a cada um, para que todos pudessem alcançar sua própria completude.”

Em outras palavras, o que ele está afirmando é que pode ser que Deus tenha dado o início ao universo, através do Big Bang. Mas permitindo que os seres evoluíssem em um ambiente criado por ele. No conceito de Design Inteligente, fomos feitos assim desde que o mundo é mundo, à sua imagem e semelhança. Se você entende quão hostil é nosso planeta, quanto nosso universo tem o potencial de nos matar e todas as "falhas" genéticas que possuímos, fica claro que este conceito não faz o menor sentido. Boa Chicão.

Preciso lembrar aqui que essa não é uma ideia totalmente nova. Apesar de sabermos que a igreja católica tem uma longa reputação de assumir um posicionamento anti-científico — Galileu que o diga, durante a inquisição, com sua estapafúrdia proposta de que a Terra girava ao redor do Sol, vejam vocês que heresia — o Papa Pio XII já tinha aberto as portas para a ideia de Evolução e comumente se declarava simpático ao Big Bang.

O Humani Generis, (ou Origem Humana) é uma de suas publicações, divulgada pelo Vaticano de 1950, que deixa bem claro seus estudos sobre os dois temas.

Mesmo o Papa João Paulo Segundo sugeriu, em 1996, que a evolução das espécies era “mais que uma hipótese” e “um fato efetivamente comprovado”.

Nessas idas e vindas de uma das maiores religiões cristãs do mundo, me intriga como ainda existam algumas pessoas que refutam isso. Acredito que isso aconteça apenas por ignorância, ou algum temor de ver suas religiões serem, veja só, refutadas. Aqui entraria mais uma cacetada de discussão filosófica sobre a necessidade que algumas pessoas têm de se ter uma base moral vinda de alguém superior (seja Deus, seja o Padre), ou até mesmo explicação para as coisas que nos cercam.

Para este último caso, deixo aqui um vídeo do Neil DeGrasse Tyson sobre o argumento do Deus das Lacunas, legendado em Português. Qualquer pessoa com o mínimo de curiosidade à respeito do nosso universo deveria assistir isso:

http://www.youtube.com/watch?v=xnxOsBWly-U

Neil DeGrasse Tyson - Deus das lacunas (LEGENDADO)

Que essa declaração do Papa Francisco ajude a convencer alguns fiéis de que a Ciência não é um atentado à sua fé. Ao menos não diretamente, tampouco com esse propósito. E que assim, talvez consigamos viver com um pouquinho mais de harmonia e liberdade para evoluir.

Fontes: The Independent, Huffpost e The Washington Post.

relacionados


Comentários