Meio Bit » Games » Indústria » Para Ian Livingstone, estamos vivendo a 2ª era dourada dos games

Para Ian Livingstone, estamos vivendo a 2ª era dourada dos games

De acordo com Ian Livingstone, atualmente a indústria de games está vivendo a sua segunda era de ouro e o que tem contribuído muito para isso é a distribuição digital.

6 anos atrás

Ian-Livingstone

Conhecido como co-criador da série de livros Aventuras Fantásticas e com uma longa carreira nos games, onde ajudou na criação de séries como Tomb Raider e Hitman, Ian Livingstone é sem dúvida uma das figuras mais importantes da indústria e quando alguém com sua experiência dá sua opinião, acho que a vale a pena prestarmos atenção.

Recentemente ele falou sobre o atual estado dos jogos eletrônicos e quando muitos poderiam imaginar que o game designer criticaria a indústria pela falta de criatividade ou algo parecido, ele preferiu elogiar a maneira como a distribuição digital tem permitido que os desenvolvedores alcancem os jogadores e as oportunidades que isso tem trazido.

Esses são tempos bastante empolgantes. Pode-se argumentar que é a segunda era dourada dos games, porque os caminhos para o mercado estão abertos.

No passado, a mídia física era vendida por preços premium através de canais de distribuição tradicionais, com todas as barreiras ao longo do caminho antes deles chegarem aos consumidores. Isso exigia um certo investimento e capital, mas hoje as pequenas equipes podem alcançar mercados globais.

Além disso, somos uma das nações mais criativas, se não a mais criativa do mundo. Portanto, com as lojas de aplicativos junto com o consumo online e digital de games, existe uma incrível oportunidade. A Grã-Bretanha está agora seguindo em direção a esta oportunidade e se estabelecendo como um dos líderes na produção de videogames.

Livingstone disse ainda que a indústria de games está apenas dando seus primeiros passos e afirmou que como o número de jogadores está aumentando, isso tem feito com que pessoas que não são jogadores passem a dar mais atenção aos games, fazendo por exemplo com que os estúdios localizados no Reino Unido recebessem uma diminuição nos impostos.

Num primeiro momento podemos imaginar que a declaração de Ian Livingstone defende apenas o seu lado como desenvolvedor, mas se pensarmos que a distribuição digital permitiu a ascensão dos indies e que com eles vimos o surgimento de inúmeros títulos bastante criativos, com jogabilidades, narrativas e estilos visuais que dificilmente seriam adotados por grandes empresas, então se torna mais fácil acreditar que talvez esta seja realmente a segunda grande época dos games.

Fonte: MCV.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários