Meio Bit » Games » The Elder Scrolls Online abandona cobrança de assinatura

The Elder Scrolls Online abandona cobrança de assinatura

Bethesda fez o que todos esperavam e anuncia que o The Elder Scrolls Online perderá a cobrança de mensalidade. Além disso, o jogo finalmente ganhou uma data para chegar aos consoles da nova geração.

7 anos atrás

The-Elder-Scrolls-Online

Se existe uma certeza quase absoluta na indústria de games é que, tirando o World of Warcraft ou os jogos da Square, cedo ou tarde todo MMO perderá a cobrança de mensalidade, simplesmente porque tais títulos não conseguiram se sustentar daquela maneira e como muitos previam, isso acontecerá em breve com o The Elder Scrolls Online.

Após perceber que estavam dando murros em ponta de faca e que não conseguiriam aumentar a quantidade de assinantes, a Bethesda resolveu mudar o modelo de negócios e no dia 17 de março lançará o The Elder Scrolls Online: Tamriel Unlimited, com a prometida versão para consoles chegando um pouco depois, em 9 de junho. Quando isso acontecer, os jogadores se verão livre da tão temida mensalidade.

Porém, ao contrário do que aconteceu com muitos títulos que fizeram esta transição, o TESO não será distribuído gratuitamente, exigindo a compra do jogo, assim como acontece com a série Guild Wars 2. Após adquirirmos nossa cópia, que mesmo no PC custará US$ 59,99, teremos acesso a tudo o que jogo pode oferecer.

Além disso, os jogadores ainda terão a opção de pagar uma mensalidade de US$ 14,99, o que lhes garantirá alguns benefícios como acesso a futuros DLCs e o recebimento de algumas Crowns, uma nova moeda que lhes permitirá comprar certos itens e customizar o personagem.

Os nosso fãs são nossa maior inspiração e ouvimos seu feedback em relação a experiência de entretenimento que queriam,” afirmou o diretor do jogo, Matt Firor. “Sabemos que os fãs do Elder Scroll querem opções em relação a como jogam e como pagam, e isso será o que receberão. Fizemos várias mudanças no jogo durante o ano passado e estamos confiantes de que este será um Elder Scrolls que os fãs adorarão jogar.

Alguns poderão dizer que a Bethesda está cobrando por um jogo free-to-play, já que mesmo pagando um valor cheio por uma cópia ainda precisaremos gastar para ter acesso a alguns itens, mas de qualquer forma acho que pelo menos eles diminuíram um pouco a barreira e como sempre tive vontade de jogar o The Elder Scrolls Online, em breve isso se tornará um pouco mais fácil. Porém, como ainda tenho muito a fazer no Guild Wars 2, acho que é melhor tentar arrumar um tempo para continuar jogando ele e vou matando a vontade no Skyrim, apenas fingindo que todos aqueles NPCs são pessoas de verdade.

Fonte: GamesIndustry.

relacionados


Comentários