Meio Bit » Ciência » Miguel Nicolelis, TED, Exoesqueletos e o Apocalipse Símio

Miguel Nicolelis, TED, Exoesqueletos e o Apocalipse Símio

Good News! Saiu o TED do Miguel Nicolelis, com a apresentação do projeto do Exoesqueleto que a Globo e a FIFA tungaram feio na abertura da Copa do Mundo. Clique, assista e entenda como.

5 anos e meio atrás

rw_032_0200_v008.0040

Para muita gente a maior decepção da Copa foi o 7 × 1, mas para mim foi passar por todo aquele show brega da abertura, fruto da mente ensandecida de alguma professora de Estudos Sociais, somente para chegar no ponto alto (geek) da festa e ser tungado pela FIFA e pela Rede Globo.

Como o brasileiro por sua vez odeia ciência, a ponto de ter gente criticando o projeto do Romário de facilitar a importação de reagentes e material de pesquisa, dizendo que “deveriam investir em saúde e hospitais em vez de ciência”, é natural que a galera do Quanto Pior Melhor caia de pau.

Muito se falou do Exoesqueleto, mas a verdade é: o Miguel Nicolelis não tem envolvimento com a indústria da alta costura, o negócio dele não é fazer esqueletos. O Projeto Andar de Novo foi do zero até o modelo de demonstração em inacreditáveis 18 meses.

O negócio do Nicolelis são macacos. Ok, mais precisamente cérebros. O exoesqueleto é legal mas a pesquisa dele vai muito, muito, muito além disso. Ao criar uma interface cérebro-máquina, com biofeedback ele está abrindo caminho pra coisas muito maiores do que um mero exoesqueleto, uma mera armadura do Tony Stark.

Aonde vão dar as pesquisas do Nicolelis? Ele diz que não sabe, é apenas um cientista. Bem, como eu não sou cientista, e sequer li o livro que ensina técnicas de divulgação científica na internet, posso especular sem culpa. Quer uma idéia do trabalho dele no futuro? Isto aqui:

bg_2

“Ah mas nada a ver, no filme é mais complicado ainda, mentirada, mostram os sujeitos com os cérebros interligados, isso não existe, até prova em contrário.”

Prova em contrário:

http://www.youtube.com/watch?v=KRSE3moPYro

DRONEKAMERA.com — Brain to-Brain Interface for RealTime Sharing by Dr. Miguel Nicolelis

Nesse experimento um rato é recompensado com comida se aciona a alavanca correta quando o LED acende. A atividade cerebral do rato é gravada. No rato receptor os cientistas acendem os dois LEDs, e transmitem o sinal gravado. Em um dos exemplos do vídeo o estímulo é enviado com os LEDs fora do campo visual do roedor, e ele já vai direto pra porta certa.

Pacific Rim mostra dois humanos interconectados. Em um dos experimentos do grupo do Nicolelis eles interligaram TRÊS macacos, treinados para mover com o cérebro um braço virtual em uma tela de computador, sendo recompensados com suco de laranja. Se fossem macacos paulistas água já baixava.

No experimento cada macaco só podia controlar dois eixos, X-Z, Z-Y, X-Y, e com os cérebros interligados, aprenderam a cooperar e ganhar o suco, colocando a mão virtual no botão correto. Daí pra um Chemo Alpha é um pulo.

A história toda, principalmente do Andar de Novo pode ser conferida na apresentação que Nicolelis fez para o TED (o de verdade, não aquela franquia tipo batata-palha) em outubro, que foi liberada ontem e já tem 145 mil visualizações.

Por tudo que eu aprendi com Hollywood é uma péssima idéia interligar cérebros símios, isso pode levar a uma superinteligência primata (se bem que olhando o Mundo até inteligência primata normal está em falta) e quando percebermos seremos escravos de nosso Overlord, iCesar.

Mesmo assim, vale o risco, e mesmo que não ganhemos uma Matrix pra brincar, ajudar 25 milhões de pessoas com lesões de medula ainda é um belo prêmio de consolação.

relacionados


Comentários