Meio Bit » Filmes e séries » Season 3 de House of Cards faz sucesso na Locadora

Season 3 de House of Cards faz sucesso na Locadora

Terceira temporada de House of Cards é bem pirateada em países sem Netflix, mas surpreendentemente os Estados Unidos ficam em 2º lugar na lista.

5 anos atrás

house-of-cards

Embora o Netflix seja uma mão na roda para pessoas que não quer ter trabalho para assistir suas séries e filmes favoritos, é fato que muita gente ainda não está disposta a pagar uma quantia fixa, mesmo que pouca para ter comodidade e prefere apelar para a boa a velha Locadora, caçando arquivos individualmente e não gastando um centavo.

Vejamos o que acontece com House of Cards. A terceira temporada estreou na semana passada e está fazendo um sucesso enorme, tanto nos meios normais quanto nos torrents: nas primeiras 24 horas ela foi baixada mais de 680 mil vezes ao redor do globo, com países que não tem acesso ao Netflix concentrando a maior parte dos downloads.

Mas isso não impede os Estados Unidos de ser o segundo país que mais pirateou as desventuras de Frank Underwood no período.

De acordo com o relatório da Excipio, os episódios de House of Cards tiveram 681.889 downloads únicos no primeiro dia, e entre os 10 países que mais recorreram à Locadora cinco não possuem acesso à Netflix: China, Índia, Austrália, Polônia e Grécia. Tudo bem, é esperado que em países que não podem ter acesso à série de forma legal pessoas curiosas tenham que apelar.

O interessante é que mesmo em lugares que o Netflix é para lá de estabelecido, os downloads ilegais continuam firmes. Não é nada como Game of Thrones que a série mais pirateada do universo, House of Cards nem figura entre as dez séries mais baixadas, mas é fato que muita gente ainda prefere não abrir a mão e recorre ao torrent.

Dentre os cinco primeiros a China lidera, com 60.538 downloads. Em segundo vem justamente os Estados Unidos, com 50.008. Completam a lista Índia (47.106 downloads únicos), Austrália (40.557), Polônia (37.552), Reino Unido (32.703), Canadá (27.584), França (27.151), Grécia (20.551) e Holanda (20.402).

Claro, precisamos levar em conta também que muita gente utiliza VPN para acessar a Netflix em países que o serviço não está disponível, o que pouco tempo atrás levantou uma certa polêmica até a rede voltar atrás e prometer não bloquear ninguém. Mas a verdade é que para cada um que está disposto a pagar, três outros preferem usar a Locadora, que mais uma digo que não falir, enquanto houverem pessoas com escorpiões no bolso e desinteresse de companhias em levar seus serviços para mais pessoas (estou olhando para você, HBO Go).

Fonte: Variety.

relacionados


Comentários