Meio Bit » Games » 5 bons jogos baseados em filmes que valem conferir

5 bons jogos baseados em filmes que valem conferir

Aqui vai uma lista com alguns jogos de filmes que mostram que certas adaptações dão certo

6 anos e meio atrás

No último final de semana terminei o GoldenEye 007: Reloaded e, embora o game não seja tão bom quanto o título que o inspirou, gostei do trabalho feito pelo pessoal da Eurocom. Mesmo não sendo um grande conhecedor do título laçado para o Nintendo 64, fiquei pensando no quão inovador foi o FPS da Rare e, em determinado momento, me dei conta do quão injustiçados são alguns jogos de filmes.

goldeneye-007

É verdade que, no geral, essas adaptações são realmente belas porcarias, jogos criados apenas com o intuito de ajudar a promover os longa-metragem e que não contam com bons tempos de desenvolvimento, mas no meio dessas produções irrelevantes existem algumas pérolas que merecem ser jogadas e que mostram que a falácia “não existem bons jogos de filmes” deveria ser abolida.

Para lembrar alguns desses bons jogos, resolvi fazer uma pequena lista apontando alguns deles, apenas títulos que joguei e que, na minha opinião, não envergonham as obras que serviram como inspiração para eles. Vamos aos escolhidos:

Menção Honrosa – The Walking Dead

Embora não seja baseado em um filme, mas sim na série para TV/Revista em quadrinhos criada por Robert Kirkman, o jogo da Telltale Games é um ótimo exemplo de uma adaptação muito bem feita, seja por não se limitar a aquilo que foi mostrado nas outras mídias, seja por simplesmente entregar um ótimo jogo.

O game ainda serviu para confirmar a habilidade do estúdio em contar histórias interativas, o que pode ser visto em outras adaptações feitas por eles para obras para TV, quadrinhos e cinema.

the-walking-dead

5 – Chronicles of Riddick: Escape from Butcher Bay

Baseado numa série estrelada por Vin Diesel, este jogo é um raro caso em que aqueles que tiveram a oportunidade de jogar o game tiveram uma experiência muito melhor do que aquela entregue no cinema.

Funcionando como uma prequela para a história nos longas-metragens, Chronicles of Riddick: Escape from Butcher Bay nos coloca para escapar de uma prisão de segurança máxima e para isso teremos que ser sorrateiros e muito bons de brigas.

Um ótimo jogo em primeira pessoa em que o foco estará na troca de socos com outras pessoas, o que acredite, será igualmente divertido e angustiante.

4 – The Godfather

Funcionando basicamente como um Grand Theft Auto, nos dando uma enorme cidade para ser explorada, mas aproveitando o riquíssimo universo idealizado por Mario Puzo e imortalizado nas telonas por Francis Ford Coppola, The Godfather está muito longe de ser um caça-níqueis.

Uma das grandes sacadas da EA foi nos colocar na pele de uma mafioso iniciante e não de um dos personagens já conhecidos, o que permitiu nos sentirmos mais imersos na história.

Talvez o grande erro do jogo seja ter sido lançado somente alguns após o excepcional Mafia: The City of Lost Heaven, da Illusion Softworks e embora Coppolla tenha criticado duramente o jogo e alguns fãs mais fervorosos considerem o título quase uma blasfêmia, adorei poder me sentir parte da família e ver crescer a minha influência na cidade.

the-godfather

3 – The Warriors

Quando no final de década de 70 Walter Hill dirigiu o excelente Warriors - Os Selvagens da Noite, tenho certeza que não imaginava que um dia um jogo baseado nele seria criado, muito menos que ele seria bom.

Criado pelo pessoal da Rockstar, o jogo funciona como um Beat 'em up moderno, onde temos que aumentar a influencia da nossa gangue ao causar o caos na cidade e claro, participar de enormes brigas contra outros grupos.

Com uma ótima jogabilidade, uma direção artística impecável e todo o clima cinematográfico do original, este é um jogo que merecia um relançamento.

2 – The Thing

Tendo seu enredo estando diretamente ligado ao do ótimo filme O Enigma de Outro Mundo, de John Carpenter, nele fazemos parte de uma equipe que tem como objetivo descobrir o que aconteceu em uma estação de pesquisas na Antártica, para logo descobrirmos que existe no local um alienígena capaz de assumir a aparência das pessoas.

Criação da desconhecida Computer Artworks, o jogo é uma daquelas joias subestimadas da sexta geração e para quem gosta de games de terror, trata-se de uma experiência obrigatória, principalmente pelo sistema que faz com que os personagens controlados pelo computador confiem ou temam os outros de acordo com o que acontece ao se redor, paranoia que acaba nos afetando e que nos fará estar sempre em estado de alerta.

the-thing

1 – GoldenEye 007

Lançado numa época em que a maioria dos jogos em primeira pessoa se resumiam a nos colocar para atirar em tudo o que se movesse, GoldenEye 007 foi uma grata surpresa por oferecer uma aventura mais cerebral, cheia de possibilidades. Isso fez com que ele se tornasse o terceiro jogo mais vendido do Nintendo 64 (mais de 8 milhões de cópias) e fosse merecidamente reconhecido como um dos melhores games de todos os tempos.

O curioso é saber que dos dez profissionais que trabalharam em sua criação, oito não tinham experiência com videogames e que mesmo este clássico tendo sido lançado há quase 20 anos, ainda hoje vemos muitas pessoas dizendo que não existem bons jogos baseados em filmes.

—————————————————————

Existem ainda vários outros jogos que merecem ser lembrados, como o Aladdin, Home Alone, Ghostbusters (tanto o do Mega Drive quanto o lançando em 2009), Blade Runner, alguns Star Wars e a tantos outros. Mas e você, conhece algum bom jogo baseado em filme e que merece ser mencionado?

relacionados


Comentários