Meio Bit » Internet » Como uma selfie com o Darth Vader trouxe à tona o que há de pior das redes sociais

Como uma selfie com o Darth Vader trouxe à tona o que há de pior das redes sociais

O homem no centro de uma tempestade criada por maus usuários das redes sociais: uma mãe se engana, o rotula como pedófilo e o post viraliza no Facebook.

5 anos e meio atrás

3022849-636

Uma mulher da cidade de Know, subúrbio de Melbourne, na Austrália, é uma mãe muito preocupada com o bem estar dos seus filhos. Como todas as mães deveriam ser, certo? Para cuidar e proteger seus filhos, todo esforço e zelo são válidos, não é verdade? Então, talvez não, e eu explico.

Mas, antes de tudo, eu queria compartilhar aqui com vocês um experimento social feito pelo YouTuber Joey Salads, no qual ele — com o consentimento das mães — simula táticas para convencer seus filhos a saírem do parque com ele:

CHILD ABDUCTION (Social Experiment)

Me parece assustadoramente fácil. E isso é alarmante, acredito que ninguém discorde disso. Mas, porém, contudo, entretanto, todavia… existem limites.

Voltemos a falar do caso da Austrália: eis que um pai nerd, que por motivos óbvios não quis se identificar e vocês já vão entender, estava em um shopping da cidade, quando viu um display em comemoração ao 4 de maio, Star Wars Day, May The 4th Be With You. Ele teve uma ideia que todo pai nerd teria: “vou tirar uma foto e mandar pro meu filho, que também gosta de de Star Wars.”:

darthvader

Como algumas crianças estavam por perto, ele disse algo como: “já vou sair daqui, só vou tirar a foto, rapidinho, e vocês podem tirar também…

A mamãe supra citada viu o que aconteceu, só que ela achou que o homem estava tirando fotos de seus filhos. Sem pensar duas vezes, ela tirou uma foto do cara e postou publicamente em seu Facebook, chamando ele de “Creep”, que a gente pode traduzir como uma pessoa assustadoramente estranha, afirmando que ele tirou foto das crianças, e desejando que ele seja preso!

286F384100000578-0-image-a-12_1431054260905

FB

Imediatamente um exército de pessoas passou a divulgar a foto e o post, colocando o pai sob a alcunha de pedófilo! O homem notou que algo estava errado quando, no meio de uma reunião, começou a receber mensagens de texto e telefonemas da família tentando avisar sobre a publicação — que passou dos 20 mil compartilhamentos. Assim que entendeu o que estava acontecendo, ele foi diretamente para uma delegacia, onde os policiais puderam averiguar que tudo não se passava de um engano.

Ainda assim, o rapaz ficou completamente sem rumo, envergonhado e devastado com o que aconteceu.

Eu realmente estava esperando voltar pra casa e encontrá-la em chamas ou coisa parecida.”

O caso ganhou notoriedade e a situação se inverteu. Novamente as redes sociais se tornaram uma ferramenta controversa, mas agora para caçar a mulher! Ela recebeu ameaças de morte pelo seu erro estúpido (foi estúpido, mas não a ponto de isso embasar um contra ataque como esse!) e está em choque. Em prantos, ela pediu perdão pelo vacilo desculpas, disse que quer encontrar o homem e pedir perdão pessoalmente e que se arrepende do que fez.

Meus filhos agora estão sofrendo por causa de um erro estúpido meu! Nunca foi minha intenção que isso viralizasse nas redes sociais. Eu só preciso que vocês me desculpem, por não deixar a polícia fazer o trabalho deles e por colocar minha preocupação nas redes sociais. Meus filhos estão sofrendo muito por causa disso tudo e eu odeio imaginar pelo que aquele homem e sua família estão passando.” — disse ela.

O homem está considerando acionar a justiça por danos morais.

Nós somos uma família muito preocupada com a comunidade, nunca tivemos nenhum problema com esse tipo de coisa, e de repente meu nome está sendo depreciado dessa maneira? Eu gostaria que as pessoas entendessem os perigos que existem no mal uso das redes sociais, especialmente quando se lida com informações não confirmadas e não confiáveis.”

Que situação… Que situação. Como vocês devem saber a esse ponto, eu adoro fotografia. Vira e mexe eu vejo crianças em cenários que dariam excelentes fotografias. Mas eu não faço, ou faço raramente, justamente pelo medo que algum dos pais enxergue pelo em ovo.

Uma vez, num estádio de futebol, assistindo México e Nigéria, eu vi um menino e uma menina abraçados com bandeiras mexicanas, com uma fumaça verde, branca e vermelha ao fundo, não aguentei e cliquei. Imediatamente um senhor ao meu lado me cutucou no ombro e disse: “Melhor você apagar essa foto”. Numa mistura de susto, medo e incompreensão, eu apaguei a foto. Não estou dizendo que a gente tem que pegar leve com pedófilo. Eles precisam sim receber o tratamento adequado, mas somente depois que essa situação seja comprovada.

No mais, minha senhora, temos algumas lições a aprender com isso:

  • Uma vez postado na Internet, você não tem mais controle. Não te pertence mais.
  • Antes de acusar alguém dessa forma, averigue suas suspeitas. Na dúvida, procure os órgãos competentes.
  • Antes de compartilhar algum post, em qualquer rede social, sobre o assunto que for, verifique as fontes e a veracidade da informação. Duvide sempre! Não é porque você concorda, que é verdade. Novamente, isso vale pra tudo, inclusive pra política.
  • Pelo sim ou pelo não: pelo não!
  • Não há como remediar uma situação dessas, então evite que ela aconteça. Desconfie e averigue.

·  
Sei que fui redundante em alguns dos tópicos acima, mas foi proposital, é preciso que isso seja reforçado, sempre.

Fontes: HeraldSun, HeraldSun2, a missão, Sophos e DailyMail.

relacionados


Comentários