Meio Bit » Internet » Verizon vai adquirir a AOL por US$ 4,4 bilhões

Verizon vai adquirir a AOL por US$ 4,4 bilhões

Operadora de telefonia Verizon anuncia compra da AOL por US$ 4,4 bilhões; veículos de mídia como Huffington Post, Engadget e TechCrunch estão no pacote

5 anos atrás

aol

Esta é provavelmente uma notícia que muita gente não esperava. A operadora norte-americana Verizon anunciou nesta manhã de terça-feira que fechou um acordo para a aquisição da AOL por US$ 4,4 bilhões em dinheiro. A intenção é fortalecer sua presença nos mercados de vídeos mobile e de publicidade online. Embora com a compra ela ponha a mão em diversos bônus.

Rumores indicavam que a Verizon já sondava a AOL por algum tempo, considerando uma possibilidade de fechar uma parceria com a provedora de internet. No fim das contas chegaram à conclusão que uma aquisição seria o melhor caminho, pagando US$ 50 por ação em dinheiro vivo. As negociações serão concluídas até setembro e com isso, a AOL passa a ser uma divisão da Verizon. O atual CEO e presidente Tim Armstrong continuará na empresa, como o chefe do novo setor.

No comunicado oficial, a Verizon lembra que 80% do consumo de mídia vêm de dispositivos mobile, e por isso a expertise e experiência da AOL serão cruciais em seus planos de alavancar os planos da operadora de monetizar serviços de vídeo via LTE, além de ajudar a alavancar sua plataforma da Internet das Coisas.

Só que não é só isso que a Verizon está levando no pacote. A AOL, uma das marcas da internet mais antigas que existem sobreviveu tempo suficiente para evoluir de um simples provedor para um conglomerado de mídia. Além do AOL.com fazem parte da companhia o MAKERS, o Huffington Post (adquirido em 2010) e os sites de tecnologia TechCrunch e Engadget. E por fim há uma grande quantidade de norte-americanos que ainda dependem da conexão discada da AOL para acessar a internet, clientes esses que a Verizon agora irá absorver.

Porém esta não é a primeira vez que a AOL tenta se unir a outra grande empresa para sobreviver. Em 2000 ela se fundiu com a Time Warner, em um negócio que é considerado por muitos o pior da história: ambas perderam muito dinheiro até a cisão, em 2009.

No fim é interessante ver que a Verizon está disposta a gastar muito dinheiro na compra da AOL, já que muitos dizem que ela não vale tudo isso. Mas é um tanto triste lembrar da companhia que já foi a maior provedora do mundo, que nos entupia de CDs de instalação de discadores acabar como uma subdivisão de uma operadora.

aol-cds

Ou talvez eu não lamente tanto assim…

Fonte: PR Newswire.

relacionados


Comentários