Meio Bit » Fotografia » Fuji e Panasonic lançam novos equipamentos

Fuji e Panasonic lançam novos equipamentos

Fuji e Panasonic mostram suas novas câmeras para o consumidor. Fotografia e filmagem para quem quer equipamentos compactos e com alta qualidade.

5 anos atrás

Semana de lançamentos e coisas interessantes no mundo da fotografia. Panasonic e Fuji colocaram novos modelos no mercado com configurações interessantes tanto para vídeo quanto para fotografia. Tudo bem que nos últimos tempos os lançamentos de câmeras fotográficas são tão emocionantes quanto ir ao dentista (falta de inovação?), mas creio que isso se deve a uma estagnação no desenvolvimento da tecnologia. Grandes passos foram dados e hoje quase todas as marcas estão no mesmo nível. As novas câmeras vão trazendo melhorias de sistemas que já existem, pequenas perfumarias, mas nada de fazer cair o queixo como no começo da Era digital da fotografia.

A Panasonic está mostrando ao público a sua G7, uma câmera construída no sistema micro-quatro-teços (fator de corte em 2x) e que promete ser a companheira ideal tanto para quem quer fazer fotografia quanto vídeos. Aliás, é no vídeo que realmente encontramos novidades nesta câmera. Equipada com um sensor de 16 megapixels de resolução máxima, a G7 pode fazer vídeos em 4K tanto com 30 como com 24 frames por segundo com foco automático em tempo real. A eficácia desse foco automático é o que ainda não conhecemos. Um recurso interessante junto a filmagem é o 4K Foto. É possível extrair um frame da filmagem e transformar em uma foto de 8 megapixels ainda dentro da câmera. São esses recursos de recorte de filme para transformar em foto que muitos apontam como um ponto de convergência entre as duas mídias.

Outros recursos da câmera apontam para uma velocidade ISO máxima de 25.600, modo contínuo em 8 fotos por segundo, face detection, velocidade máxima do obturador em 1/16.000 (caraca), conexão Wi-Fi, modo panorâmico e time lapse, e entrada para microfone externo. Como é padrão em câmeras mirrorless, o equipamento trabalha com um viewfinder eletrônico com 2,36 milhões de pixels e um visor LCD de 3 polegadas articulado com 1,04 milhões de pixels.

A Panasonic G7 deve chegar ao mercado em junho e vai custar US$ 800,00 com lente básica 14-42 mm.

panasonic_G7

Já a Fuji está colocando no mercado a X-T10, uma câmera que tem o objetivo de ser menor, mais leve, mais amigável e mais barata do que a irmã maior, a X-T1. A câmera segue o design clássico adotado pela empresa desde os seus primeiros lançamentos e vem equipada com um sensor APS-C CMOS X-Trans II de 16,3 megapixels e com o processador EXR II. Olhando toda a propaganda da empresa para o equipamento, a grande sacada aqui é trazer uma câmera barata (relativamente) e que seja amigável (fácil de utilizar) para o fotógrafo iniciante. Tanto é que existe uma pequena alavanca escrito Auto junto ao seletor de velocidade do obturador. Ao acionar essa alavanca a câmera entra no modo de Reconhecimento de Cena Avançado onde a câmera escolhe a melhor configuração  com base no que está sendo fotografado.

A câmera possui ISO máximo em 6.400, sistema de foco automático com detecção de fase, modo de disparo contínuo com 8 fotos por segundo, velocidade máxima de obturador em 1/32.000 (caraca II), conexão Wi-Fi e gravação de vídeo em Full HD com foco manual. A câmera possui viewfinder eletrônico OLED com 2,36 milhões de pixels e visor LCD de 3 polegada com 920 mil pixels.

A Fuji X-T10 vai chegar ao mercado em junho com valores de US$ 800,00 (somente o corpo) e de US$ 900,00 com a lente básica 16-50 mm.

fuji_X-T10

relacionados


Comentários