Meio Bit » Internet » Hangouts do Google agora conta com site dedicado

Hangouts do Google agora conta com site dedicado

Hangouts é separado do Google+ e passa a contar com site próprio; ação visa bater de frente com Facebook Messenger, WhatsApp e Telegram

5 anos atrás

google-hangouts-site

Mountain View está sistematicamente desmontando o Google+, e embora a empresa não admita isso de jeito nenhum todas as evidências estão aí para comprovar. Ela já admitiu que a rede social não teve o alcance esperado (pela terceira vez, lembrando do Buzz e Wave, quatro se incluirmos o Orkut; já pode pedir música no Fantástico) e por isso derrubou algo que muita gente odiava, a integração forçada para utilizar ferramentas do Google.

Embora diga que o Google+ está vivo e bem, era preciso promover suas funcionalidades em separado. Assim o Google Fotos foi desmembrado, bem como o recurso de streaming foi absorvido pelo YouTube. Restava o Hangouts receber atenção.

https://plus.google.com/+JordannaChord/posts/fggYXgnfu4K?pid=6184019952055268834&oid=106795562240032292110

A ferramenta em si é muito boa, só que ela sofre concorrência pesada do Telegram, WhatsApp e Facebook Messenger. Estas por sinal, em diferentes momentos permitiram que o usuário possa sincronizar suas conversas entre dispositivos mobile e o navegador do desktop, provando que nem todo mundo está on the move o tempo todo e não tem tempo para ficar checando o smartphone o tempo todo. O Google até então permitia que o usuário utilizasse o Hangouts através das páginas do Google+, Gmail e Inbox, mas faltava algo mais focado.

Bem, não falta mais. Ontem Mountain View introduziu o site dedicado do Hangouts que permite a você enviar mensagens, iniciar vídeo chamadas e realizar ligações telefônicas, nesse último caso consumindo créditos de sua carteira. A interface é bem agradável e a imagem de fundo aleatória serve de “inspiração para passar o dia”, conforme diz a postagem no Google+.

Esse movimento é importante para o Google, que passa por uma reformulação para introduzir cada vez mais produtos que sejam facilmente reconhecidos pelo público, ao invés de atochá-los todos sob um mesmo guarda-chuva que muita gente não está tão propensa a utilizar. Melhor para nós e pior para o Google+, que vai perdendo força conforme o tempo passa.

Fonte: Google+.

relacionados


Comentários