Meio Bit » Indústria » Após fracasso do Fire Phone, Amazon desiste do mercado mobile

Após fracasso do Fire Phone, Amazon desiste do mercado mobile

Após amargar um fracasso gigantesco com o Fire Phone, Amazon dá indícios de que não mais insistirá no mercado de smartphones

6 anos atrás

fire-phone

A Amazon pede ser uma companhia de sucesso, mas não está a salvo de cometer algumas presepadas. O Fire Phone, o festejado primeiro smartphone da empresa de Jeff Bezos foi um fracasso espetacular, tanto que ao contrário de declarações anteriores a empresa não vai mais insistir no mercado de telefonia móvel.

Passou-se um ano desde que Bezos tentou a sorte com o Fire Phone. Infelizmente para ele o smartphone foi fuzilado por crítica e público e os motivos não eram poucos: o dispositivo era um top de linha lançado em 2014 com hardware do ano anterior e pior, com uma performance pífia que indica um péssimo projeto de engenharia, como se as peças tivessem sido coladas de qualquer jeito. Some-se a isso o preço inicial alto (US$ 649 pelo modelo com 32 GB ou US$ 199 com plano de dados) e o fato de ser um link direto para a loja, perscrutando o ambiente o tempo todo e oferendo ofertas ao usuário.

A repulsa foi intensa, o Fire Phone só vendeu 35 mil unidades nos dois primeiros meses e nem comercializá-lo a um dólar ajudou a reverter a situação.

Agora veio a conta: segundo informes a Amazon está cortando projetos e demitindo engenheiros do Lab126, unidade localizada no Vale do Silício que é responsável pelos tablets, set-top boxes, o Echo, os Dash buttons e o smartphone. De acordo com o WSJ os cortes dizem respeito principalmente ao Fire Phone e projetos como de uma stylus chamada Nitro que poderia digitalizar listas de compras e um tablet de 14 polegadas, entre outras coisas.

Sinceramente a Amazon mereceu. Ao não estudar o mercado e entrar de qualquer jeito nessa arena acabou sendo alvejada por todos os lados e virando motivo de piada. Da próxima vez que façam a lição de casa antes.

Fonte: Wall Street Journal (paywall).

relacionados


Comentários