Meio Bit » Hardware » Gigabyte GA Z170X-UD5 TH, a 1ª placa-mãe com Thunderbolt 3

Gigabyte GA Z170X-UD5 TH, a 1ª placa-mãe com Thunderbolt 3

Gigabyte introduz a GA-Z170X-UD5 TH, a primeira placa-mãe a contar com conectores USB-C compatíveis tanto com Thunderbolt 3 quanto USB 3.1

5 anos atrás

gigabyte-GA-Z170X-UD5

A Intel tentou mas nem todo mundo abraçou o Thunderbolt. Melhor para a Apple, que usufrui do padrão quase que exclusivamente. Poucos são os fabricantes de PCs que incluem portas compatíveis em placas-mãe. Notebooks? Periféricos? Esqueça.

Mesmo o Thunderbolt 2, que prometia taxas de transferência a 20 GB/s empolgou os parceiros. Por isso, a Intel mudou tudo com a interface Thunderbolt 3, tornando-a compatível com o conector USB-C. Assim, um computador com a porta pode usufruir tanto do padrão Thunderbolt quanto do USB 3.1, já que as tecnologias podem andar lado a lado. A velocidade dobrou novamente, alcançando 40 Gb/s. e é quatro vezes mais rápido que o USB 3.1.

Assim é hora dos fabricantes se mexerem. Quem deu o primeiro passo foi a Gigabyte ao apresentar a GA-Z170X-UD5 TH, a primeira placa-mãe compatível.

A placa é baseada no chipset Intel Z710 Express e é compatível com processadores Skylake (socket LGA 1151), possui quatro slots DIMM DDR4 Dual-Channel com suporte até 64 GB, além de aceitar módulos UDIMM. Ela possui três slots PCI Express 3.0 com um deles operando em 16x e os outros dois a 8 e 4x, suporta AMD CrossFire e NVIDIA SLI (traduzindo, mais de uma placa de vídeo), possui um slot M2, três conectores SATA Express e seis portas SATA de 6 Gb/s, além de suportar RAID 0, 1, 5 e 10.

gigabyte-GA-Z170X-UD5-001

Sobre as portas, a placa-mãe possui cinco USB 2.0, 8 USB 3.0, uma HDMI e as duas entradas USB-C, compatíveis tanto com USB 3.1 quanto Thunderbolt 3. O som é 7.1 baseado no codec Realtek ALC1150. Ela só não possui Wi-Fi, o que vem se tornando mais comum em placas hoje em dia.

A GA Z170X-UD5 TH pode ser encontrada por valores entre 180 e 200 dólares lá fora, o que é um valor justop já que ela não é uma placa top de linha. Calhou apenas de ser a primeira a ser compatível com o padrão, diferente da ASUS que prefere introduzir suas novidades em modelos mais robustos.

Fonte: Gigabyte.

relacionados


Comentários