Meio Bit » Ciência » Cientistas usam impressora 3D para descobrir se mulheres preferem bilaus avantajados

Cientistas usam impressora 3D para descobrir se mulheres preferem bilaus avantajados

A ciência pode responder a Questão Primordial: tamanho importa? Parece que sim, e um grupo de cientistas usou trosobas impressas em 3D para entrevistar mulheres e descobrir se o tamanho da jiromba faz diferença, e qual a centimetragem ideal.

6 anos atrás

blazing_saddles064

Sexo é o que move o mundo. Não é preciso ser discípulo de Freud para perceber que humanos passam o tempo todo imaginando formas de se embolar e formar o monstro de duas costas, só que nessa história entra a complicação da eterna insatisfação masculina.

As caixas de spam estão LOTADAS de e-mails “enlarge your penis”, bilhões de dólares são faturados apostando na insegurança alheia, a estatística de que 68,3% dos homens se preocupam com o tamanho do dito-cujo só revelam que 31,7% dos homens mentem.

austin

Como absolutamente nenhum desses produtos para aumento peniano funciona os homens estão condenados a seu destino, e procuram compensar seu sentimento de inadequação das mais diversas formas: com gastos extravagantes, carros esportes ou até tentativas menos sutis.

tanks

Essa galera com neura nesse nível passa o tempo todo — já que não são o Mel Gibson — imaginando o que as mulheres querem, se aquele papo de que tamanho não é documento é verdade ou não, e agora resolveram fazer uma pesquisa científica para determinar isso.

Um dos grandes problemas é que a metodologia até então era muito puritana. Uma pesquisa pediu que as mulheres especificassem o pênis ideal em cm, outra que escolhessem passagens de textos eróticos descrevendo vários tipos de membros, outra que escolhessem numa régua.

A nova pesquisa, feita por Nicole Prause, Jaymie Park, Shannon Leung e um muito constrangido Geoffrey Miller, utilizou outra abordagem: utilizando uma impressora 3D criaram vários modelos de vários tamanhos de bilaus, e deixaram que as entrevistadas escolhessem.

journal.pone.0133079.g002

Os modelos não foram muito realísticos, pois mulheres tendem a reagir negativamente a imagens explícitas, e um modelo anatomicamente preciso poderia prejudicar a resposta.

Os resultados mostraram uma variação interessante, que comprovou a Hipótese-Motumbo: mulheres preferem jirombas maiores para parceiros de oportunidade, e tramiolas mais gerenciáveis para parceiros fixos.

Em termos de valores, que é o que você está procurando neste texto, para sexo casual na balada one night stand a média de tamanho ideal ficou em 16,3 × 12,7 cm (comprimento × circunferência). Para parceiros estáveis elas preferem 16 × 12,2 cm.

E antes que você se anime, levamos outro 7 × 1 nessa brincadeira.

506

O estudo completo você pode acessar neste link aqui.

relacionados


Comentários