Meio Bit » Demais assuntos » Diretor diz por que o Final Fantasy VII será dividido em episódios

Diretor diz por que o Final Fantasy VII será dividido em episódios

Diretor explica porque eles optaram por dividir o remake do Final Fantasy VII em capítulos e revela que o jogo está sendo feito com a Unreal Engine 4.

5 anos atrás

final-fantasy-7-remake

Recriar uma das obras mais adoradas de todos os tempos é uma tarefa extremamente complicada, com um alto risco de que o resultado final não agrade muitas pessoas e a longa espera certamente não ajuda a minimizar esse risco. Este foi um dos motivos para nunca termos visto um remake do Final Fantasy VII, mas agora que sua produção foi anunciada, já é possível ver fãs insatisfeitos com o rumo que a produção está tomando.

Os últimos detalhes revelados pela Square Enix em relação ao jogo e que conseguiu dividir opiniões é a maneira como esta nova versão será distribuídas, através de episódios, mas se você está no grupo de pessoas que não gostou muito da novidade, o diretor Tetsuya Nomura explicou por que eles tomaram esta decisão.

Se dedicássemos nosso tempo para um único lançamento, parte dele seria resumido. Teríamos que cortar algumas partes… então ao invés de refazer o jogo como um volume completo, decidimos fazer múltiplas partes,” disse Nomura.

Já de acordo com o produtor Yoshinori Kitase, “a ideia de que um remake do Final Fantasy VII poderia não caber num único lançamento estava lá desde o início” e que se olharmos com mais atenção para o trailer que foi divulgados por eles recentemente, os setores 1 e 8 são mostrados com extrema quantidade de detalhes, algo que não seria possível se o jogo não tivesse sido dividido.

PlayStation Experience 2015: Final Fantasy VII Remake - PSX 2015 Trailer | PS4

Desenvolvido com a Unreal Engine 4, de fato a qualidade visual que eles alcançaram neste remake impressiona e se considerarmos o tamanho que o original tinha e a quantidade de lugares a serem explorados, é fácil imaginar a enorme quantidade de trabalho que a equipe responsável tem nas mãos, mesmo porque eles afirmam que essa versão será ainda maior que aquela lançada para o primeiro PlayStation.

Bom, desde que o tempo de lançamento entre um capítulo e outro não seja muito longo e que o preço final não passe muito dos US$ 60 tradicionalmente cobrados por um título de grande porte, não vejo muitos problemas nessa divisão, mas confesso estar um pouco receoso quanto a decisão da Square Enix.

Fonte: Gematsu.

relacionados


Comentários