Meio Bit » Áudio e vídeo » Resenha: Arquivo X — absolutamente nada de novo e isso é excelente

Resenha: Arquivo X — absolutamente nada de novo e isso é excelente

Arquivo X voltou. Nós assistimos e não há nada de novo. As mesmas histórias as mesmas conspirações os mesmos personagens. Ou seja: está excelente, uma massagem no órgão do saudosismo feita por profissionais, daquelas que andam nas costas da gente com salto alto. Vale cada minuto investido de seu tempo.

5 anos atrás

x-file

Arquivo X foi uma série que marcou época. Até Lost nenhuma outra conseguiu arrebanhar tantos fãs dedicados. Em um tempo praticamente pré-internet, tinha comunidades online em BBSs, convenções e até gerava polêmicas, como quando a Record censurou os episódios de temática “satânica”.

Foram 9 temporadas, duas além do necessário. Dois filmes, dois além do necessário e dois spin-offs, os dois — Millenium e The Lone Gunmen — mortos antes do necessário. Agora Arquivo X volta em uma minisérie de 6 episódios, com elenco e criadores originais.

mcell

Ok, o celular do Mulder mudou.

A premissa da mini-série é que há — oh! — uma enorme conspiração por trás das outras conspirações, que todas as histórias de abduções e alienígenas eram puro despistamento para encobrir um plano mais sinistro ainda.

Passada nos dias atuais, a mini-série faz uma única concessão a novos espectadores: um prólogo Meu nome é Fox Mulder, contando muito por alto os acontecimentos anteriores. Fica evidente que a mini-série é aquele negócio que o Jovemnerd odeia: fanservice. Bem, como diriam os Vitorianos… E DAÍ? É PROS FÃS SIM E QUEM NÃO QUISER MUDA PRO ESQUENTA!

believavai

Scully está trabalhando como cirurgiã-assistente em um hospital infantil, Mulder está aposentado, paranóico e sozinho, e os dois foram casados mas não deu certo. São chamados pelo diretor-assistente Skinner e colocados em contato com um vlogueiro conservador adepto de teorias de conspiração (eu sei não faz sentido) chamado Tad O'Malley, que descobriu algo muito importante e precisa da ajuda dos ex-Arquivo X.

Os fãs de Community vão reconhecer Joe McHale e assim como eu estão imaginando se Jeff Winger assumiu uma nova identidade em um esquemão para faturar uma grana. É possível.

9k-2

No elenco lista os 3 Pistoleiros Solitários, que tecnicamente morreram no final da série deles mas se até Arquivo X voltou, eles também podem. Tomara que não seja apenas um flashback.

Claro que as forças malignas do mal descobrem tudo e vão atrás dos envolvidos. O episódio termina mantendo em dia o lema que quem está morto sempre aparece: ninguém menos que o Canceroso dá as caras.

Não há literalmente nada de novo nesse novo Arquivo X. Ele é tão antigo que parece ser de antes da série entrar em decadência. Se os atores não tivessem envelhecido (ok, se o David Duchovny não tivesse envelhecido) poderiam ter continuado do ponto onde pararam.

A mini-série terá episódios sobre a mitologia principal, monstro da semana, tudo que os fãs gostam. É um pucta exercício de saudosismo, algo feito planejado moldado para agradar os fãs? Com absoluta certeza. E funcionou. Enquanto fã me sinto muito agradado.

Essa mini-temporada de Arquivo X é como tirar um casaco do armário e na rua descobrir R$ 50,00 no bolso. É uma madrugada vendo reprise de seu seriado favorito só para descobrir que aquele episódio em especial você não tinha visto.

Arquivo X está passando segundas, meia-noite na Fox.

Cotação:

4,5/5 Sexy Mulders

sexymulder

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários