Meio Bit » Microsoft » Windows 10 passa a ser atualização recomendada para usuários do 7 e 8.1

Windows 10 passa a ser atualização recomendada para usuários do 7 e 8.1

Microsoft faz do Windows 10 uma atualização recomendada para as versões 7 e 8.1, e dependendo das configurações o update será baixado automaticamente

4 anos e meio atrás

windows-10-update

A Microsoft tem certeza absoluta de que o Windows 10 é a melhor versão de seu sistema operacional, tanto que está empenhada em que ele chegue a todos os seus usuários, inclusos os que ainda se recusam a migrar do Windows 7 ou 8.1. Para isso desde o dia 1º de fevereiro a atualização para o novo SO, que era apenas “opcional” passou a ser “recomendada”, o que significa que dependendo das configurações do Windows Update muitos vão acordar e descobrir que o sistema foi baixado sem que desejassem.

O rolo com a atualização forçada do Windows 10 tem seus motivos: a Microsoft quer que o SO seja massivamente adotado pelos usuários das versões anteriores como um esforço para unificar toda a sua plataforma: desktops, smartphones (mesmo Android e iOS, através da Cortana), tablets e Xbox One, tudo será tratado como um único ecossistema em que os dispositivos conversarão entre si. Por causa disso não é interessante para Redmond manter o Windows 7 e o 8.1 rodando.

Desde o lançamento usuários reclamam que o Windows Update baixa os arquivos de instalação sem que sejam solicitados (algo que a Microsoft admitiu fazer e que não planeja voltar atrás), fora algumas denúncias de atualizações não solicitadas. O problema é que uma atualização de um SO para desktop não é como de um smartphone: enquanto muita gente gostaria de ter o Android mais novo rodando em seus smartphones, quando falamos de Windows há uma série de complicações, a grande maioria sendo drivers e programas de terceiros que deixam de funcionar nas versões mais novas.

A Microsoft sabe disso mas não dá muita bola. É de interesse que o Windows 10 esteja rodando no maior número de máquinas possíveis e para isso moveu desde segunda-feira o update de “opcional” para “recomendado” nas versões 7 e 8.1 do sistema. Isso significa se por um acaso seu Windows Update estiver configurado para receber atualizações recomendadas tal qual as importantes, os arquivos serão baixados normalmente.

Mesmo com a mudança a instalação do Windows 10 ainda depende de intervenção do usuário. Em nota a Microsoft confirmou a medida, como forma de “facilitar a migração” para usuários das versões mais antigas. No entanto, se você pretende esperar um pouco mais (independente do motivo, se quer aguardar o SP1 ou se depende das versões mais antigas por conta de drivers ou por soluções legadas) é só ir nas configurações do Windows Update e desmarcar a opção “envie-me atualizações recomendadas da mesma maneira como eu recebo atualizações importantes”.

Fonte: ZDNet.

relacionados


Comentários