Meio Bit » Hardware e periféricos » VAIO, Fujitsu e Toshiba estão prestes a se fundir

VAIO, Fujitsu e Toshiba estão prestes a se fundir

Para se manterem vivas Vaio e divisões de PCs da Toshiba e da Fujitsu preparam a fusão de seus negócios; joint seria a líder no Japão, à frente da Lenovo

4 anos e meio atrás

SSJ3Gotenks

O mercado japonês e por tabela o mundial estão prestes a ganhar uma nova grande companhia de computadores: a VAIO, outrora divisão de PCs da Sony estaria se preparando para uma fusão com as respectivas divisões das também nipônicas Toshiba e Fujitsu, num reflexo do que anda acontecendo com as fabricantes em geral nos últimos anos.

Não é novidade para ninguém que as vendas de PCs estão minguando nos últimos anos, e os fabricantes estão sentindo isso na pele. A Apple, com seus iMacs de memória soldada sente menos mas a redução nas vendas também a afeta. A Lenovo, a maior empresa do ramo também perde muito dinheiro com as quedas nas vendas, mas se segura principalmente pelo volume (e porque o hardware legado da IBM sempre foi bom). Já as demais sofrem para se manter vivas, com algumas pulando fora do barco sem cerimônia.

Foi o que a Sony fez em 2014 ao vender a divisão VAIO para a Japan Industrial Partners (ou JIP). Esta aproveitou a marca para lançar uma linha de smartphones premium no Japão, mas no que diz respeito às vendas de PCs as coisas não andam tão bem. As também japonesas Fujitsu, que é forte na Europa e Toshiba, que possui representação na América sentem igualmente os efeitos do público abrir mão dos computadores em prol de dispositivos móveis.

Como forma de continuar no jogo a Toshiba anunciou que procurava parceiros para manter as operações de sua divisão de PCs, pois parar de fabricá-los não era uma opção. Além disso é preciso fazer dinheiro, principalmente após um escândalo de manipulação contábil da companhia (que inflou o lucro da Toshiba em quase US$ 1,2 bilhão) culminar com a degola de 7.800 funcionários, sem falar no então CEO Hisao Tanaka.

toshivaiojitsu

Assim, de acordo com o diretor-executivo da JIP Hidemi Moue, as negociações acerca da fusão da VAIO, a Toshiba e a Fujitsu estariam praticamente concluídas, e o resultado seria divulgado já em março. Logo de cara a nova joint assumiria o primeiro lugar do mercado de PCs no Japão com mais de 30%, passando à frente da Lenovo e seus 29% (o que para os japoneses seria um bônus delicioso, vencer uma companhia chinesa em seu território). Separadamente Toshiba e Fujitsu respondem por 12% e 17% respectivamente (a VAIO não informa seus números).

No cenário mundial Lenovo, Dell e HP finalmente ganhariam um adversário à altura; os negócios consolidados da Toshiba no Novo Mundo e da Fujitsu na Europa permitiram à joint explorar tais mercados com novos produtos. Seria uma forma possível de finalmente vermos os computadores da VAIO voltarem ao Brasil, desde que os preços sejam interessantes (ERRATA: temos PCs da VAIO por aqui, o que não temos são smartphones) já que a Sony sempre praticou valor premium e a JIP anda fazendo o mesmo com sua linha de smartphones no Japão. Por outro lado, alguns analistas acreditam que a fusão será mais forte no Japão mas não faça tanta diferença no resto do mundo, o que é possível.

Este movimento das três empresas mostra um cenário onde cada vez mais companhias menores serão obrigadas a rever suas estratégias para continuar vendendo computadores, e se unir em joints pode ser uma opção a ser adotada por outros. Isso ou sair do mercado, o que for mais rentável; para a Sony foi.

Fonte: Bloomberg.

relacionados


Comentários