Meio Bit » Hardware » Aula True Hacker: como criar disquetes de 3,5″ com 128 GB

Aula True Hacker: como criar disquetes de 3,5″ com 128 GB

Hacker dedicado dá um banho de loja em um velho IBM Aptiva e transforma velho drive de 3,5″ em um leitor de disquetes de 128 GB

6 anos atrás

aptiva-001

O hacker de raiz, herdeiro dos pioneiros da computação e dos micreiros em geral possui o DNA impresso o código dos verdadeiros desbravadores da área, e nada estimula mais uma criatura dessas do que o desafio pessoal. Seja por uma boa trollada ou não, o que move essa gente é o desejo de conferir se pode ser feito ou não, independente da utilidade do item em questão.

Por isso que projetos como o jedi abaixo fascinam a gente. O hacker/casemodder conhecido como Dr. Moodsntine que decidiu dar um tapa em seu velho IBM Aptiva, um desktop de 20 anos de idade adicionando um feature inédito: um “leitor de disquetes” de 3,5″ e até 128 GB de espaço!

O IBM Aptiva era uma máquina bem decente para a época em que ele foi vendido. Com modelos que variavam entre processadores 486 e Pentium (o do hacker era originalmente um DX2 de 66 MHz), ele chegou a ser vendido por qui por grandes lojas de departamentos, como a finada Mappin. Confira esse antiguíssimo comercial e descubra o que Emílio Surita fazia da vida antes do Pânico (na verdade durante, o programa de rádio já existia em 1996):

Reise Durch Die Zeit — Computador IBM Aptiva Pentium 166Mhz HD 3Gb 16MB RAM (Comercial com Emilio Surita, TV Mappin 1996)

Voltando, Moodsntine deu um banho de loja no seu antigo Aptiva: ele recebeu nova pintura (inclusive do chassi) e novas entranhas, a saber:

Claro que o desktop virou um avião, mas nosso amigo hacker resolveu dar uma sobrevida ao bom e velho leitor de disquetes. Ele reparou que os pinos de um cartão SD se alinhavam perfeitamente com os conectores de um velho cabo de 5,25″:

aptiva-002

Logo ele pensou um pouquinho e o bichinho true hacker fez seu trabalho: ele cortou o conector ao meio, levantou os contatos e fixou a peça na parte de dentro do leitor de disquetes, transformando-o em um card reader low-tech. Para fazer o drive conversar com a placa-mãe foi preciso um adaptador USB, onde o conector acabou soldado diretamente; este então foi ligado diretamente à MoBo.

aptiva-003

aptiva-004

Para fazer o drive funcionar era preciso adaptar os disquetes também. A solução mais simples foi engatar um cartão SD no slide da mídia. Ele se alinha perfeitamente ao leitor e o sistema reconhece o drive como um disquete de 3,5 polegadas… de 128 GB.

Dr. Moddnstine — Ever seen a Floppy Disk with 118GB or more storage capacity?

O processo todo, com muitas fotos você acompanha aqui. Já neste vídeo o hacker dá um panorama geral de todo o processo.

Só me resta dar parabéns ao cara. Este é um projeto que caso eu tivesse tempo e dinheiro disponíveis eu gostaria de realizar no meu velho Athlon XP.

relacionados


Comentários