Meio Bit » Games » Miscelâneas » Após críticas, criador desiste do Bear Simulator

Após críticas, criador desiste do Bear Simulator

Após receber críticas, criador do Bear Simulator diz que projeto é uma causa perdida e desiste de continuar o projeto.

4 anos atrás

the-revenant

Recentemente a indústria de games viu uma enxurrada de anúncios de jogos que tentavam simular tudo, desde cirurgias até cabras, passando por rochas e por incrível que pareça, até grama. Muitos desenvolvedoras aproveitaram esta onda para tentar ganhar uma grana e começaram a procurar o que ainda não tinha sido proposto e sem que um simulador de ursos estivesse em desenvolvimento, a Farjay Studios iniciou uma campanha para financiar o Bear Simulator.

Visando arrecadar pelo menos US$ 29,500, os envolvidos na produção conseguiram muito mais do que isso, passando da casa dos US$ 100 mil e a partir de então aqueles que colocaram algum dinheiro no projeto passaram a acreditar que bastaria um pouco de tempo até que o título fosse lançado, o que aconteceu, mas os problemas ainda viriam.

Descrevendo o título como “uma causa perdida”, John Farjay anunciou que desistiu do jogo e que embora ainda fará atualizações até que os colaboradores do Kickstarter sintam-se satisfeitos, o projeto não seguirá adiante. O curioso é que um considerável número de jogadores elogiaram o simulador devido ao seu humor, mas o game designer afirma que as análises negativas lhes deixaram frustrado.

Aparentemente uma das críticas que mais incomodaram o criador do Bear Simulator foi feita por PewDiePie, YouTuber mais famoso do planeta e que em um vídeo detonou o título, mostrando como a soma de jogabilidade ruim e animações pobres fazem com que este seja um jogo que não merece ser adquirido.

Levando-se em consideração a reação de Farjay, é fácil perceber que o sujeito não estava preparado para entrar na brincadeira e nem digo em relação a capacidade técnica, o que ele admitiu não ter a ponto de poder tornar seu jogo melhor, mas sim de um ponto de vista psicológico, pois embora ninguém goste de receber críticas, elas inevitavelmente virão.

O próprio PewDiePie já sofreu com isso e outro que falou sobre o assunto foi Cliff Bleszinski, que pelo Twiiter reconheceu que a internet muitas vezes é malvada, mas que esse tipo de problema faz parte da indústria de games.

Talvez John Farjay esteja apenas passando por um momento pessoal complicado e torço para que ele esfrie a cabeça e volte atrás na sua decisão, afinal seu jogo tem 79% de aprovação no Steam, número muito bom se pensarmos nas ondas de ataques que normalmente acontecem por lá e a maneira como ele está agindo só tende a piorar a situação. Agora, se o sujeito achou que ia fazer jogos e só receberia elogios, talvez seja melhor mesmo procurar outra ocupação.

Fonte: PCGamer.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários