Meio Bit » Games » Final Fantasy VII será um remake episódico de jogos completos

Final Fantasy VII será um remake episódico de jogos completos

Por essa ninguém esperava: produtor da Square Enix Yoshinori Kitase revela que remake de Final Fantasy VII será divido em episódios de games completos

4 anos e meio atrás

ffvii-remake-barret

Quando o remake de Final Fantasy VII foi revelado durante a E3 2015, a internet praticamente explodiu. A possibilidade de jogar um dos mais populares RPGs de todos os tempos novamente e totalmente atualizado era algo que muito queriam, mas a Square Enix fez doce por anos. Porém, dado o tamanho do projeto (a desenvolvedora não pretende cortar conteúdo) o game seria dividido em episódios. Tudo bem, é aceitável visto que muita gente quer reviver tudo o que o original tinha.

A Square entretanto não havia esclarecido o formato muito bem até agora: FFVII Remake será sim dividido em capítulos, mas cada um será um game completo e muito provavelmente com preços de AAA.

A novidade foi revelada pelo produtor do game Yoshinori Kitase, em entrevista à edição de maio da revista Game Informer (cuja capa será o carro-chefe Final Fantasy XV, que agora tem data para deixar de ser vapor). Ele explicou que na ocasião do anúncio o game, que está sendo planejado como o próximo grande lançamento da Square após FFXV (because ninguém na matriz japonesa liga para Tomb Raider ou Hitman…) houve certa confusão quanto à natureza episódica do remake. Kitase resolveu deixar bem claro como FFVII Remake chegará ao mercado e a revelação não agradou muita gente:

Este épico reimaginado será nosso próximo lançamento principal da franquia Final Fantasy — ou melhor, lançamentos. (…) O objetivo é estruturar o game mais como Final Fantasy XIII do que como uma série de episódios. Ele será essencialmente uma série composta de games completos.

Em FFXIII cada lançamento contava a história de um ponto de vista. Foi um tipo de abordagem inovadora na época. Com Final Fantasy VII Remake já temos uma história, então não faria sentido distribuí-la como uma série em várias partes… então estamos olhando com cuidado para cada uma dessas partes, com cada uma estando na mesma escala de um game da trilogia Final Fantasy XIII.

Então temos a seguinte situação: cada capítulo de Final Fantasy VII Remake será vendido como um JRPG individual e completo, dada a magnitude do game e o tanto de conteúdo que o original possuía, o que obviamente se refletirá em cada parte ser vendida a full-price, US$ 59,99 ou no nosso caso, R$ 249 (isso se os valores não forem reajustados por aqui até o lançamento). Se o game chegar a ser distribuído em quatro partes, poderemos chegar ao inacreditável cenário de para jogar o remake em toda a sua glória, teremos que desembolsar no mínimo R$ 1.000,00. Uma paulada e tanto.

Desviando um pouco desse assunto, Kitase confirmou que tanto ele quanto o diretor Tetsuya Nomura e o roteirista Kazushige Nojima estão comprometidos com a forma mas avisam que “nada é sagrado”, e liberdades acerca do título original serão tomadas até em prol do fator novidade. Portanto, além de conteúdo inédito não espere que tudo ocorrerá como no game de 1997.

PlayStation Experience 2015: Final Fantasy VII Remake - PSX 2015 Trailer | PS4

Eu acho este um passo ousado para manter o remake o mais fiel possível ao original, mas ao mesmo tempo ele é deveras arriscado. Os jogadores serão de tal forma estimulados a gastar uma pequena fortuna para ter o game completo, já que tal formato de distribuição em tese fará dele o título mais caro de todos os tempos? A Square pretende vender cada episódio a um valor inferior a 60 dólares? Haverá um Season Pass? Qual será o espaço de lançamento entre capítulos? Enfim, dúvidas que ainda não foram respondidas.

De qualquer forma Final Fantasy VII Remake ainda não tem data, só sabemos que chegará primeiro ao PS4. Eu chuto que o primeiro “episódio” deve dar as caras já em 2017, a tempo das comemorações dos 20 anos do game original.

Fonte: Game Informer via uma cacetada de sites.

relacionados


Comentários