Meio Bit » Mercado » Apple divulga os “decepcionantes” resultados financeiros do primeiro trimestre de 2016

Apple divulga os “decepcionantes” resultados financeiros do primeiro trimestre de 2016

Nos três primeiros meses de 2016, a Apple teve números de vendas meio “decepcionantes”: lucrou “apenas” 10 bilhões de dólares e vendeu só 51,2 milhões de iPhones pelo mundo. Números horríveis assim podem levar a bela quarentona à falência.

4 anos atrás

Laguna_Apple_vendas_FY_Q2_2016

E a Maçã de Cupertino acaba de revelar o relatório financeiro do segundo trimestre fiscal de 2016 (Q2 FY 2016), que corresponde aos meses de janeiro a março de 2016. Os números foram decepcionantes, para os acionistas.

É simplesmente inaceitável vermos uma empresa do porte da Apple ter receita de 50,6 bilhões de dólares e lucro de apenas US$ 10,5 bilhões. Números horríveis assim podem levar a bela quarentona à falência.

E piora.

Laguna_sad_Tim_Cook

Só lucramos isso? (crédito: Techno Buffalo)

Com relação às vendas dos principais dispositivos nesses três meses, temos:

  • iPhone — 51,2 milhões de unidades (receita de US$ 40,3 bilhões);
  • iPad — 10,2 milhões de unidades (receita de US$ 5,4 bilhões);
  • Mac — 4 milhões de unidades (receita de US$ 5,6 bilhões);

Trágico, muito trágico.

Agora sério: todos esses números ficaram muito abaixo das expectativas e todos representaram queda em relação a 2015. Sim, sempre há queda de vendas no primeiro trimestre do ano em comparação com o anterior, mas a Apple e seus investidores tinham previsões melhores. Tanto de vendas quanto de receita e lucro.

Não foi o que aconteceu e as ações da Maçã de Cupertino operaram em baixa: enquanto no horário normal da bolsa cada ação tinha valor médio de US$ 104,35; após a divulgação tal valor já estava por volta dos 96,1 dólares. Uma variação negativa de três ações da Petrobras (PETR4, cotadas a R$ 9,67 ou US$ 2,75).

Outro fator que colaborou para a queda no valor das ações da Apple: a empresa anunciou aumento no retorno de capital aos acionistas, o que significa que ela pagará a eles um valor total de US$ 250 bilhões em dinheiro vivo até 2018. Isso é muito? É, mas a Maçã de Cupertino tem no momento uma reserva de US$ 233 bilhões e Tim Cook sinalizou que pretende fazer compras grandes.

Impressionante como a empresa consegue ter PIB maior que o de 150 países. E ainda está “mal”, já que o relatório representa a primeira queda anual da empresa desde 2003.

Fontes: 9 to 5 Mac e Business Insider.

Leia também:

relacionados


Comentários