Meio Bit » Filmes e séries » 23 anos depois, diretor fala sobre o filme do Super Mario Bros.

23 anos depois, diretor fala sobre o filme do Super Mario Bros.

Mais de duas décadas após o lançamento do horrível filme Super Mario Bros., o diretor Rocky Morton falou sobre as dificuldades encaradas durante a produção.

08/06/2016 às 10:21

super-mario-bros

A adaptação para o cinema do Super Mario Bros. sempre será lembrada como um enorme fiasco, o típico exemplo da dificuldade em levar para a telona aquilo que tanto nos agrada nos jogos eletrônicos. Tal filme ficou tão marcado que toda vez em que falamos sobre esse tipo de adaptação ele é lembrado e nem consigo imaginar as reclamações que Rocky Morton, o diretor que nos deu essa pérola, já deve ter ouvido.

Eis que 23 anos após o lançamento do longa-metragem, Morton concedeu uma entrevista ao site SciFi Now e ao ser questionado se aquela foi uma experiência dura, ele deu a seguinte resposta:

Dura? Essa é uma palavra suave. Foi uma experiência angustiante. Quero dizer, tínhamos cinco unidades trabalhando diariamente… Tínhamos aquele enorme set que foi construído sem o dinheiro necessário para erguê-lo… Eu pedi um guindaste para colocar a câmera, você sabe, porque estávamos fazendo um filme e não havia dinheiro para o guindaste num filme daquele tamanho! [Risos] Coisas assim aconteciam o tempo todo. Foi um inferno.

Segundo o diretor, outra grande dificuldade que ele enfrentou durante as filmagens foi trabalhar com Dennis “King Koopa” Hopper, pois o ator fazia com que cada dia se transformasse num verdadeiro pesadelo, sempre reclamando e dando a entender que tudo aquilo era uma grande dificuldade para ele. E antes que alguém jogue a culpa em Morton por isso, muitos já criticaram a postura de Hopper nos sets.

Durante a conversa Rocky Morton admitiu que o filme é uma grande bagunça e que gostaria de ter mudado vários aspectos, desde o roteiro até a maneira como certas cenas foram filmadas, mas disse que mesmo tendo sido tão criticado ele se orgulha do que foi entregue, principalmente da maneira como eles conseguiram trazer tantos personagens icônicos à vida.

Muitos talvez não saibam, mas Morton não pode ser culpado sozinho pela tragédia chamada Super Mario Bros., afinal ele dividiu a direção com Annabel Jankel, mas isso não deve ter sido levado muito em consideração pela indústria, já que a obra baseada na criação da Nintendo foi o último longa que ele dirigiu.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários