Meio Bit » Filmes e séries » Mr Robot “vazou” e voltou com tudo

Mr Robot “vazou” e voltou com tudo

Mr Robot voltou, alguns dias mais cedo graças a um “vazamento” cortesia do site oficial. A segunda temporada da série que já virou cult continua em sua bem-sucedida tarefa de criar uma história instigante.

4 anos atrás

robot_mirroring_mediagallery_robotsign

Mr Robot, que resenhei aqui é uma das séries mais inovadoras dos últimos tempos. Não é um programa para nerds, mas fala a nossa linguagem e consegue algo inédito: criar um drama sobre tecnologia, informação e segurança de dados sem as interfaces GUI escritas em Visual Basic dos CSIs da vida.

Nesta segunda temporada Eliott, nosso herói problemático está em crise, depois de ter descoberto a verdade sobre o Mr Robot e sua crush a Hacker Gatinha Gótica. Como medida de emergência ele abandona tudo eletrônico e vai morar com a mãe, refugiando-se em uma rotina, mas o Mr Robot não o deixa em paz.

Enquanto isso o Plano Que Deu Certo (eu adoro quando isso acontece) destruiu boa parte dos registros da Evil Corp, mas a FSociety quer mais. A Hacker Gatinha Gótica organiza um grupo de ativistas para continuar os ataques, virtuais e presenciais. É uma espécie de Occupy Wall Street com metas mais ambiciosas do que montar uma favela hipster no meio da cidade.

Desta vez Mr Robot me pegou de calças curtas. Em uma cena a HGG está preparando uma invasão da Evil Corp, e surge esta tela:

vlcsnap-00004

Como assim? Muito Conveniente. Será que esse Remote Administration Tool Tommy Edition existe? Vamos ao Google.

Existe. É mencionado inclusive no livro Metasploit: The Penetration Tester's Guide, de 2011. Mais adiante, outra tela.

vlcsnap-00005

Essa URL verdinha me pareceu suspeita. Conveniente, chamativa, será que o site existe? Existe também, mas Social-Engineer Toolkit? tem cheiro de transmedia storytelling, nome afrescalhado que marketeiros criaram pra mídia de apoio a filmes e séries, como o site das Indústrias Reynholm, de IT Crowd ou o site da Metacortex, empresa onde o Neo trabalhava. Sim, esse tipo de brincadeira é mais velho que a maioria dos marketeiros que acham que a inventaram.

Só que não. A TrustedSec existe, o domínio foi criado em 2011. O Toolkit é uma ferramenta (dizem eles) para testar segurança e só deve ser usada com autorização do site a ser testado.

O código-fonte? Disponível no GitHub.

Isso não muda absolutamente NADA para o espectador comum, mas é uma ilha de esperança: um dia Hollywood entenderá que pode fazer filmes com uma visão realista de tecnologia, sem alienar o espectador normal. Aí então nunca mais teremos que assistir cenas como esta:


Ross Kaplan — Limitless TV Show - "We Got His Hard Drives"

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários