Meio Bit » Hardware e periféricos » IFA 2016 — novidades Lenovo: Moto Z Play, Yoga Book e Yoga Tab 3 Plus

IFA 2016 — novidades Lenovo: Moto Z Play, Yoga Book e Yoga Tab 3 Plus

Lenovo apresenta na IFA 2016 o híbrido com teclado virtual Yoga Book, o tablet Yoga Tab 3 Plus e o Moto Z Play, smartphone com autonomia de 50 horas

4 anos atrás

moto-z-play

A Lenovo também não perdeu a chance de levar novidades para a IFA 2016. A companhia chinesa não só introduziu novos produtos da linha Yoga como através da Morotola apresentou o Moto Z Play, uma variação de seu novo top de linha mais simples mas com uma interessante diferencial: uma superbateria.

Comecemos pelo smartphone. Desde o Moto Maxx a Motorola vinha apresentando dispositivos móveis com baterias generosas, mas o recurso era sempre atrelado aos dispositivos over the top. Após o já mencionado smartphone o próximo com o componente de responsa foi seu sucessor direto Moto X Force, que embora com uma leve redução (de 3.900 para 3.760 mAh) a performance não foi comprometida.

O Moto Z Force também possui uma bateria muito boa, os 3.500 mAh são mais do que suficientes para a maioria dos mortais (a menos que você resolva jogar Pokémon GO). O Moto Z Play, apresentado ontem não se destaca tanto assim: com 3.510 mAh a diferença deveria ser irrisória, porém o diabo reside nos detalhes. Como ele é um smartphone intermediário é evidente que ele não consome tanta energia quanto o Z Force, o que significa uma autonomia bem maior. Quanto tempo? Segundo a Motorola estonteantes CINQUENTA HORAS. Nada mal mesmo.

O novo smartphone conta com um SoC Snapdragon 625, um octa-core da Qualcomm com GPU Cortex-A53 de 2 GHz e GPU Adreno 506, 3 GB de RAM, display Super AMOLED de 5,5 polegadas com resolução Full HD (403 ppi), 32 GB de espaço para armazenamento expansível via Micro-SD (até 256 GB), câmera principal de 16 megapixels com abertura f/2,0, autofoco laser, Flash Dual-LED, pixels de 1,3 nanômetros e HDR (filma em 4K a 30 fps), câmera selfie com 5 MP, abertura f/2,2, pixels com 1,4 µm, Flash LED e vídeo em 1080p, 4G/LTE, Bluetooth 4.0, A-GPS, NFC, porta USB-C e diferente de seus irmãos maiores, o conector para fone de ouvido permanece no mesmo lugar. Por fim, o conector magnético está presente e o form factor é o mesmo o Moto Z, dessa forma ele também é compatível com os Moto Snaps. O botão Home com sensor biométrico também foi incluído neste smartphone.

O Phone Arena já andou brincando com ele (de bônus o novo Moto Snap da Hasselblad, uma lente True Zoom):

O Moto Z Play chegará às lojas norte-americanas (via Verizon, devidamente renomeado para Moto Z Play Droid) com preço sugerido de US$ 449 sem planos atrelados. Ainda não há previsão de quando ele chegará por aqui, mas não deve demorar.

yoga-book-001

Yoga Book

Já a matriz apresentou outras coisinhas interessantes. Uma delas é o Yoga Book, um híbrido que não possui teclado. No lugar dele há uma curiosa superfície lisa sensível ao toque que serve para as mais diversas situações, desde desenhar a digitar.Particularmente eu prefiro teclados com resposta tátil, quem digita frequentemente na tela de um iPad por exemplo sabe o quanto isso é extenuante. Perguntem ao Cardoso.

yoga-book-002

No entanto a proposta do Yoga Book é ser uma plataforma de criatividade, voltada mais para artistas e designers e não para o profissional de TI braçal por assim dizer, o que depende de um teclado bom e confortável.  O hídrido possui uma dobradiça de 360 graus assim como seus irmãos, o que lhe permite ser utilizado como um tablet com stand, sem falar nos seus ridículos 690 gramas, extremamente leve. Ele possui um display de 10 polegadas com resolução de 1920 x 1200 pixels, 4 GB de RAM e 64 GB de espaço interno, expansível via Micro-SD. O processador é um Intel Atom x5-Z8550, o que o coloca em uma posição no mínimo curiosa: há versões com Windows 10, que custa US$ 549 e outra mais barata, que sai por US$ 499 e roda... Android 6.0 Marshmallow.

Isso mesmo, contrariando até mesmo a Intel a Lenovo colocou no mercado um aparelho Android com SoC Intel x86. Vai entender...

O Yoga Book chegará às lojas lá fora em outubro.

yoga-tab-3-plus

Yoga Tab 3 Plus

Por fim um tablet de facto. O Yoga Tab 3 Plus possui display de 10,1" com resolução de 2560 x 1440 pixels (291 ppi) e alto-falantes JBL, o que faz dele um exclente dispositivo para consumo de mídia com qualidade de som de imagem elevadas. Por dentro ele tem o mesmo Snapdragon 652 presente no Moto Z Play, com clock de 1,8 GHz no entanto, 3 GB de RAM, 32 GB de espaço interno expansível via Micro-SD até 128 GB, câmera principal de 13 MP com autofoco e selfie de 5 MP, redes 4G/LTE, Bluetooth 4.0, A-GPS, GLONASS, bateria de 9.300 mAh e Android 6.0 Marshmallow.

Claro, fora os alto-falantes seu maior destaque do novo tablet da Lenovo é o já clássico suporte, que permite ao tablet ficar apoiado sem a necessidade de acessórios adicionais, sem falar na excelente pegada que ele oferece.

O Yoga Tab 3 Plus chegará às lojas em outubro por US$ 299. Nada mal.

relacionados


Comentários