Meio Bit » Engenharia » É tipo o Elevador Lacerda, mas Made In China

É tipo o Elevador Lacerda, mas Made In China

Pergunta: como você faz pra um navio ultrapassar uma barragem com 200 metros de altura? Resposta: chama os chineses e deixa que eles resolvam o problema.

5 anos atrás

150277117_071dd09793_b

A Usina das 3 Gargantas é um monstro que demorou a nascer. As primeiras idéias de construir uma barragem no rio Yangtze surgiram em 1919, mas a falta de tecnologia dinheiro e necessidade econômica empurraram a obra para a próxima administração, ou revolução como chamam por lá.

A construção começou em 1994, centenas de 1,24 bilhão de pessoas foram desalojadas, digo, realocadas de 13 cidades, 140 municípios e 1.350 vilas que foram inundados quando o lago de mais de 600 km² se encheu.

Hoje a Usina das 3 Gargantas disputa pau a pau com Itaipu em termos de geração de energia e, ao contrário da muralha da China, é facilmente vista do espaço, com seus 2,3 km de comprimento, 40 m de largura na parte mais fina e quase 200 m de altura.

Esses 200 m são o problema. O Rio Yangtze é o maior rio da Ásia, são 6.300 km de comprimento, a maior parte navegáveis a não ser que você se depare com uma barragem de 200 m de altura, que já é desagradável para descer, imagine para subir.

Os chineses pensando nisso construíram um sistema de comportas, visto à direita da imagem:

usina

Problema: como você tem que encher as eclusas com muuuuuita calma, percorrer os 2 km leva umas 4 horas. Solução? Teleporte, mas como os chineses ainda não chegaram lá, resolveram fazer um… elevador expresso.

Com capacidade de mais de 3.300 toneladas, ele levanta navios inteiros por quase 200 metros, o equivalente a um prédio de 60 andares.


CCTV+ — World's Largest Ship Elevator Opens at Three Gorges Dam in Central China

Só o elevador já seria uma senhora atração turística, e se você pedir com jeitinho arrumam um canto, você senta em um tambor de diesel e pode dizer que desceu a Usina de 3 Gargantas em um barril.

1e8cf57d400c7f797f82b0ec3a9849d4

Fonte: Neatorama.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários