Meio Bit » Hardware » Novo carregador wireless da LG é tão rápido quanto o tradicional

Novo carregador wireless da LG é tão rápido quanto o tradicional

LG anuncia versão comercial de seu carregador wireless de 15 W, que segundo a fabricante entrega uma média de carga de 0 a 50% em 30 minutos.

5 anos atrás

lg-wireless-charger-15-w-001

Carregamento wireless é bom e todo mundo gostaria que se tornasse a regra. A Intel vem há anos travando uma guerra contra os cabos a fim de tornar o que já é um tanto comum entre dispositivos móveis (embora seja uma tecnologia para lá de velha, cortesia de Nikola Tesla) um realidade para todos, só que tem um peque detalhe: Carregamento por fio é muito mais rápido que o wireless.

Só que isso está mudando. O WPC (Wireless Power Consortium) já estava trabalhando em uma nova versão do padrão Qi (há vários e nem sempre são compatíveis uns com os outros) que passaria a trabalhar com um transmissor de 15 W, diferente dos 5 W tradicionais e a mesma já presente na tecnologia Quick Charge 3.0 dos dispositivos modernos.

Agora começam a surgir os primeiros frutos e sem muita surpresa a LG sai na frente. A divisão de componentes Innotek, em sintonia com os padrões da WPC já havia apresentado a tecnologia no início do ano com a intenção de oferecê-la a parceiros. Obviamente que isso era uma parte do plano, a outra é ela mesma lançar o produto no mercado.

lg-wireless-charger-15-w-002

A versão comercial do carregador da LG de 15 W não teve o padrão compatível revelado, porém a empresa afirma que ele "atende os padrões da WPC", o que não diz muita coisa (esperamos que ele seja universal, compatível com Qi, PMA e outros padrões). De qualquer forma ele será uma mão na roda, segundo a companhia o bichinho é capaz de carregar uma bateria partindo do 0% (capacidade não informada, é bom frisar) até 50% em míseros 30 minutos, a mesma performance de um carregador Quick Charge 3.0 tradicional.

Claro que há algumas questões práticas. Um carregador por indução de 15 W deve ficar mais quente que o mármore do inferno, e o calor dissipado não se converte em energia (como uma lâmpada incandescente, ele vai consumir mais energia do que conseguirá injetar em seu Android). Ainda assim é uma opção mais prática que de acordo com o release, permitirá que aparelhos já existentes sejam carregados pelo acessório. Só não esclareceu quais.

A LG pretende disponibilizar o carregador em breve na América do Norte, Reino Unido e Austrália e o preço não foi revelado, mas desde já vale cada centavo.

Fonte: LG Innotek.

relacionados


Comentários