Meio Bit » Demais assuntos » PS Plus, uma aposta que pode ter salvado o Rocket League

PS Plus, uma aposta que pode ter salvado o Rocket League

Documentário mostra como a Psyonix apostou alto ao oferecer o Rocket League para os assinantes da PlayStation Plus, o que poderia ter dado muito errado, mas acabou resultando numa ótima propaganda gratuita.

4 anos atrás

rocket-league

No ano passado a Psyonix conseguiu aquilo que muitos estúdios não conseguem em toda a sua história: emplacar um grande sucesso. Misturando carros com jogo de futebol, Rocket League conquistou até quem não gosta muito dos dois gêneros, tendo se tornando uma febre em todas as plataformas em que foi lançado. Porém, se existe uma a que a desenvolvedora deve ser grata, é o PlayStation 4.

Talvez você nem lembre disso, mas pouco depois do seu lançamento o título foi disponibilizado gratuitamente para quem assinava a PlayStation Plus e o que muitos imaginavam ser uma jogada de risco, os criadores enxergaram como uma maneira de divulgar o Rocket League sem terem que gastar dinheiro para isso.

Porém, chegar a essa decisão não foi algo fácil, como explicou em um documentário o vice-presidente da Psyonix, Jeremy Dunham.

Não tínhamos nenhum dinheiro para gastar. O nosso orçamento para marketing e relações públicas era praticamente zero. Nosso maior desafio era como levaríamos o jogo às pessoas. A nossa estratégia era, ‘se não temos dinheiro para divulgar o jogo, porque não deixar a Sony divulgá-lo para nós, porque eles colocam milhões de dólares por ano para divulgar os jogos da PlayStation Plus e fazem isso mês após mês, independentemente dos jogos oferecidos.’

No entanto, o estúdio sabia que a estratégia poderia não funcionar, com a quantia recebida da Sony pela parceria poderia ser muito pequena, com o jogo falhando em lhes render algo e ainda os obrigando a manter funcionando os servidores para aqueles que baixaram o Rocket League gratuitamente.

Mas para a sorte da Psyonix, o título acabou conquistando muitos admiradores, com o boca-a-boca tendo surtido efeito e hoje com mais de 21 milhões de jogadores e tendo rendido mais de US$ 110 milhões aos cofres do estúdio, ele acabou se tornando um dos maiores sucessos indies dos últimos tempos.

O curioso é que essa história nos faz lembrar o caso do Dead Star, jogo que tentou seguir os passos do Rocket League, mas precisou de apenas sete meses para fracassar, com seus servidores tendo sido desligados essa semana.


Noclip — The Story of Rocket League (Part 2) - How to Launch a Rocket

Fonte: Gamespot.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários