Meio Bit » Games » MMO » Turbine “perde” Asheron’s Call, D&D Online e Lord of the Rings Online

Turbine “perde” Asheron’s Call, D&D Online e Lord of the Rings Online

Após passar o controle do Dungeons & Dragons Online e do Lord of the Rings Online, além de anunciar o fim do Asheron’s Call, será que ainda existe futuro para a Turbine?

3 anos e meio atrás

20170112lord-of-the-rings-online

No mês passado a Turbine fez alguns anúncios importantes que eu preciso admitir, passaram completamente despercebido por mim. Sendo os criadores dos bons MMOs Dungeons & Dragons Online e Lord of the Rings Online, a desenvolvedora decidiu se desfazer deles e o que a principio poderia ser motivo de desespero por parte dos jogadores, na verdade pode representar um recomeço.

Isso porque, ao invés de simplesmente desligar os servidores e fazer com que ambos engrossassem a lista de jogos do gênero que chegaram ao fim, eles preferiram passar o controle para a Standing Stone Games, um estúdio recém formado por profissionais que trabalhavam no DDO e LotRO, e que portanto possuem vasto conhecimento sobre tais jogos.

As equipes continuam bastante comprometidas com ambos os jogos e empolgadas em continuar o desenvolvimento e as operações deles como um estúdio independente,” declarou Rob Ciccolini, produtor executivo da nova desenvolvedora. “Essa é uma oportunidade para realizarmos nossos sonhos enquanto continuamos trabalhando em duas das maiores licenças dos videogames. É uma grande honra e para vocês isso significa que os seus jogos continuarão crescendo e melhorando. Adoramos focar em jogos com grande nível de profundidade e escopo e não podemos esperar para mostrar-lhes o que o futuro trará.

Para essa nova fase a Standing Stone contará com o apoio da Daybreak Games Company (antiga Sony Online Entertainment) e mesmo considerando difícil isso acontecer, acho que seria legal se o conhecimento da editora fosse aproveitado para levar esses MMOs para os consoles.

Enfim, o fato é que essa não seria a única partida anunciada pela Turbine na época, já que depois de quase duas décadas no ar o estúdio revelou que encerraria as atividades do Asheron’s Call e da sua continuação. Primeira criação da empresa, o jogo foi lançado em 1999 e para a tristeza daqueles que ainda se divertem nele, só continuará funcionando até o dia 31 de janeiro.

Sempre que algo assim acontece eu falo sobre como deve ser duro encarar a ideia de que não poderemos mais continuar nos dedicando a um jogo e embora possa parecer absurdo alguém ainda jogar algo lançado há tanto tempo, o vídeo abaixo mostra que isso acontece. Nele vemos um senhor de 74 anos que tem jogado Asheron’s Call desde o seu lançamento, o que lhe permitiu criar mais de 80 personagens e agora lamenta o fim iminente.

A ideia do autor do vídeo é pedir para que as pessoas o ajude a encontrar um novo jogo para o seu avô, mas ao ser questionado se ele acha que isso será possível, o senhor simplesmente diz que “não, que hoje em dia tudo parece uma porcaria se comparado a esse jogo.


We Sleep Talk — My Grandpa and his Asheron's Call

Quanto a Turbine, parece que o fracasso do Infinite Crisis deixou feridas no estúdio que ainda não cicatrizaram e não será uma grande surpresa se em breve a Warner anunciar que ele será fechado.

relacionados


Comentários