Meio Bit » Games » Miscelâneas » Medo fez Hideo Kojima desistir dos jogos de terror

Medo fez Hideo Kojima desistir dos jogos de terror

Hideo Kojima diz que não pretende voltar a trabalhar em um jogo de terror e o motivo seria o fato dele se assustar muito facilmente.

3 anos e meio atrás

Fruto de uma parceria entre Hideo Kojima e Guillermo del Toro, a demo do Silent Hills conseguiu entregar uma experiência extremamente assustadoras e quando a Konami anunciou que o desenvolvimento do game havia sido cancelado, os fãs do gênero só puderam lamentar e torcer para que o game designer se aventurasse por um projeto parecido.

Porém, após deixar a empresa japonesa Kojima revelou estar trabalhando no Death Stranding, que não será de terror e ao ser perguntando se algo parecido com aquela demonstração poderá acontecer um dia, ele explicou porque não cogita isso no momento.

Eu me assusto muito facilmente. Na verdade, o mesmo acontecia com Alfred Hitchcock e acontece com Steven Spielberg. Por eles se assustarem facilmente, por eu me assustar facilmente, torna-se fácil para nós fazer algo que seja assustador, porque entendemos o que é assustador. Contudo, nesse processo estamos constantemente imaginando situações aterrorizantes, o que acaba me causando pesadelos. É por esta razão que não quero fazer um jogo de terror.

Para Kojima-san, a melhor maneira de assustar as pessoas é fazendo algo ligeiramente fora do comum, algo que seja capaz de confundir o cérebro do jogador, pois a princípio ele pensará se tratar de algo normal, mas depois descobrirá que não é. Outro aspecto é brincar com o desconhecido, já que isso tende a deixar as pessoas incomodadas.

Pois a declaração do game designer me deixou pensando no quão desgastante deve ser trabalhar em projetos como Amnesia: The Dark Descent, Outlast, Siren: Blood Curse e o próprio Silent Hills. Tudo bem, como jogadores temos a desvantagem de sermos atingidos pelo inesperado, mas imagine ter que passar a maior parte do seu dia pensando em novas maneiras de assustar, nas pesquisas que precisam ser realizadas e em ter que conviver com o horror diariamente, mesmo que virtual.

Sim, eu adoro jogos e filmes de terror, mas pensando bem, acho que eu nunca gostaria de trabalhar em um projeto como este. Moral da história? Hoje você descobriu que tanto eu quanto Hideo Kojima não passamos de dois cag***.

Fonte: IGN.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários