Meio Bit » Games » Games para PC » Conan Exiles, o jogo que salvou a Funcom

Conan Exiles, o jogo que salvou a Funcom

Diretor criativo da Funcom revela que se o Conan Exile não tivesse alcançado o sucesso comercial, estúdio norueguês poderia ter fechado as portas.

3 anos atrás

Na semana passada eu comentei sobre o sucesso alcançado pelo Conan Exiles, jogo que precisou de apenas uma semana para pagar seu desenvolvimento e menos de um mês para superar a expectativa que seus criadores tinham estipulado para um ano. Na ocasião até disse acreditar que o bom desempenho do título garantiria seu futuro, mas o que eu não imaginava era que o próprio estúdio dependia disso.

Após uma série de lançamentos que até tiveram uma boa recepção por parte da crítica, mas que falharam em vender bem, a Funcom chegou a um estágio em que dependia de empréstimos de investidores para pagar o salário dos próprios funcionários e de acordo com o diretor criativo Joe Bylos, eles estavam à beira da falência.

Com apenas um último tiro a ser disparado, eles precisavam escolher com sabedoria no que trabalhar e após estudar profundamente os títulos que dominavam o topo da lista divulgada pelo site SteamSpy, eles perceberam que os jogos de sobrevivência costumavam ser adorados pelos jogadores e pensaram que se fizessem algo que fosse moderadamente bem sucedido, poderiam se livrar das dívidas.

Bylos então disse que mesmo vendendo bem, no geral os jogos assim não possuem muita qualidade e acreditando no potencial da sua equipe, eles decidiram aproveitar a marca Conan para criar algo nos moldes de um The Elder Scrolls V: Skyrim. A partir de então foram necessários 13 meses de trabalho, até que a versão com acesso antecipado lançada em janeiro rapidamente faturasse os US$ 4,5 milhões gastos na produção.

O curioso é que boa parte do interesse que o Conan Exiles conseguiu despertar nas pessoas se deve ao fato de nele podermos configurar o tamanho do pênis do personagem que controlaremos, algo que pelo jeito sempre foi o sonho de muita gente e conforme alguns streamers se divertiam mostrando seus órgãos sexuais virtuais para milhares de pessoas, a Funcom comemorava o enchimento dos seus cofres.

Eu só joguei um pouco do game no dia do seu lançamento e embora tenha gostado da maneira como ele nos coloca para sobreviver num ambiente extremamente hostil, achei que a física e as animações deixavam um pouco a desejar. Por isso preferi esperar um pouco para ver como o Conan Exiles evoluirá com o tempo, mas foi o tempo que passei nele foi suficiente para considerar exagero tratar ele apenas como um Benga Simulator.

Fonte: Engadget.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários