Meio Bit » Filmes e séries » Dica Quente porém atrasada: Murdoch Mysteries

Dica Quente porém atrasada: Murdoch Mysteries

Não é todo dia que a gente dá dica de série com quase 10 anos de atraso, mas Murdoch Mysteries merece. É uma pequena produção canadense, contando a história de um detetive do final do século XIX que investiga seus casos usando ciência avançada e inteligência. Uma espécie de CSI de quando a luz elétrica ainda era novidade. Esta pequena pérola é para quem curte procedurais mas cansou dos CSIs da vida.

4 anos e meio atrás

hyviqe4vvmnvjzsocapz

Primeiro de tudo, calma. Não é Downtown Abbey.

Murdoch Mysteries é uma daquelas séries que ninguém ouve falar, por ser feita naquele frio e distante país chamado Canadá. Descobri absolutamente por acaso, e a premissa já ganhou minha atenção:

Na Toronto Vitoriana de 1895 William Murdoch é um detetive de polícia que investiga crimes usando lógica, inteligência e ciência avançada, é uma espécie de MacGyver CSI do século XIX.

A série vende Toronto como o centro do mundo, e eles vivem recebendo visitantes ilustres, como Sir Arthur Conan Doyle, Thomas Edison e, no primeiro episódio, Nikola Tesla. Murdoch é um homem de seu tempo, e sofre perseguição religiosa por ser um católico em uma cidade protestante.

Eles referenciam o tempo todo cientistas e suas pesquisas, em um episódio até Mendel e os primórdios da genética foram mencionados. Percival Lowell e seus canais marcianos foram citados no episódio dos marcianos nos círculos das plantações, o que é um delicioso anacronismo já que esses círculos surgiram no final da década de 1970, culpa de dois ingleses bêbados desocupados. Sério.

O anacronismo de Murdoch Mysteries não chega a ser um Samba do Crioulo Doido mas é suficiente para não impedir uma boa história, como quando Murdoch e Tesla inventam o rádio, mas Tesla depois resolve se dedicar a outros projetos.

makingmurdoch707lochness

Murdoch é auxiliado pela Dra Julia Ogden, a legista engraçaralha que faz piadas inapropriadas e escuta música alta de gramofone enquanto realiza necrópsias. Na vida real é possível que uma mulher realmente tenha trabalhado como legista, a primeira mulher a se formar em medicina no Canadá o fez em 1883, então é forçado mas não inviável, o que aliás deveria ser o slogan da série.

Pra quem está cansado de procedurais e gente criando GUIs em Visual Basic para localizar IPs, Murdoch Mysteries é um bom descanso. É leve sem ser comédia, não tem panfletagem e não cai no estilo steampunk. Se há algo pra falar mal, é que Murdoch não gosta de carros, acha que no futuro vão poluir as cidades, e prefere andar de bicicleta. Comunista.

A boa notícia para quem descobriu agora é que Murdoch Mysteries foi renovada pra sua 11ª temporada. São mais de 150 episódios, ótimos pra entressafra das séries mais populares.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários