Meio Bit » Mercado » Nokia N900 - É como a Luciana Vendramini, japinha, rodando Linux

Nokia N900 - É como a Luciana Vendramini, japinha, rodando Linux

11 anos atrás

Os sei-lá-o-quê da série N sempre foram soluções a procura de um problema, mas ninguém nunca entendeu a lógica da Nokia em NÃO incluir suporte a... telefonia. Mesmo assim eram um magneto de geeks, qualquer um que saiba de cor as 3 Leis da Robótica olhava um N810, pegava, fuçava, não tinha nenhuma utilidade específica mas se sentia compelido a ter um.

Agora a Nokia chutou o pau da barraca e FEIO. O N900 é o primeiro gadget que para um geek pode ser considerado iPhone Killer. Vejam que coisa linda:

Fale a verdade, depois de anos de TuxPhones e interfaces marrom-cocô do Ubuntu, nem parece que é Linux. Mas é. O que é vantagem, quando é o caso, Linux feito direito.

Na parte do Hardware ele tem... tudo. Vejamos:

  • Processador ARM Cortex A8 600MHz
  • 1GB de memória (256MB EAM + 768 memória virtual)
  • Navegador baseado no Mozilla, com Flash AJAX, etc
  • Tela de 3,5 polegadas, 800x480
  • Touchscreen
  • WIFI 802.11b/g
  • Bluetooth 2.1 A2DP Estéreo
  • Câmera 5Megapixels com lentes Carl Zeiss
  • LEDs duplos para flash e iluminação de vídeo
  • Filma em 800x480 a 25fps
  • GPS + A-GPS
  • Geotagging automático de fotos
  • Transmissor FM
  • Saída de vídeo
  • porta MicroUSB
  • Cartão microSD de até 16GB
  • 32GB de armazenamento Onboard
  • 3G Quadriband WCDMA/EGSM
  • Autonomia de 2-4 dias com WIFI ligado
  • 5h de conversação 3G, 9h GSM
  • Autonomia de uso ativo, +1 dia
  • 110,9mm x 59,8mm x 18mm
  • 181 gramas
  • Teclado QWERTY
  • Skype, Messengers, MSN, etc, etc
  • etc etc e... já deu pra entender

Com a introdução (epa!) do 3G aconteceu uma mudança de paradigma importante, estratégica, eu diria. O N900 deixou de ser um brinquedo para geeks e se transformou em um... smartphone para geeks. Na verdade ele é um PDA que Fala, com as facilidades de desenvolvimento das plataformas abertas.

Eu quero, eu PRECISO de um. O Maemo está com cara de ser tudo que a Nokia queria fazer com o Symbian mas nunca teve tempo, coragem de reescrever do zero ou inclinação de abandonar a base legada. Não sou adepto de convergência mas no caso mandaram muito, muito bem.

Agora é tentar conseguir um para testes. Alguém tem pra emprestar? 🙂

Ah sim, antes que perguntem: O preço estimado semi-oficial é de 500 Euros. Sim, uma facada. Achou que ser livre era barato?

relacionados


Comentários