Meio Bit » Ciência » Ônibus Escolar Elétrico — isso faz muito sentido

Ônibus Escolar Elétrico — isso faz muito sentido

Um ônibus elétrico pode não ser uma grande opção em cidades grandes, mas ônibus ESCOLARES elétricos são uma idéia excelente, e o maior fabricante dos EUA está de olho nesse mercado. Bom para todo mundo.

3 anos atrás

b151df466b1f888e300c4781baf473c4

Como já contamos em detalhe, nos primórdios os automóveis eram elétricos. Perfeitos para você tirar da garagem de vez em quando, dar uma volta na praça e mostrar a todo mundo como era rico. Quando as cidades cresceram as baterias não acompanharam, e se tornou inviável o uso de veículos elétricos.

Em alguns casos eles continuaram como melhor opção, como carrinhos de golfe.

O grande problema do veículo elétrico é a bateria, que implica em autonomia limitada e longo tempo de carga. Isso aos poucos está mudando, mas há um veículo em especial que se encaixa perfeitamente nessas limitações: o ônibus escolar. E a Blue Bird, maior fabricante de ônibus escolares dos EUA está de olho nisso.

Eles anunciaram dois modelos com bateria de 150 kWh.

our-buses-re-diesel

Eles são idênticos aos convencionais, tipo o da foto, que é diesel, mas apresentam emissão zero. A autonomia é de 160 km, e a bateria leva algumas horas para ser carregada. Em um ônibus escolar isso faz todo o sentido biológico. Vamos às contas: um ônibus escolar nos EUA em média percorre 12 mil milhas por ano (fonte). O ano escolar tem 180 dias. Isso dá… 66,67 milhas por dia. Isso dá… 107 km. Ou seja, sobra até pra esticar e ir pegar o Kenny naquela favela onde ele mora.

Chegando na escola o ônibus faz… nada. Momento excelente para ficar espetado na tomada, recarregando até o fim do período de aula.

E ainda há uma vantagem extra: os ônibus da Blue Bird possuem tecnologia V2G, Vehicle to Grid, ou seja: funcionam como armazenamento de energia para caso de queda de luz. Faltou força por algum motivo? Nada de mandar todo mundo pra casa. Espeta a escola na tomada do ônibus e segue com a classe.

Só não achei o preço dos bichos, isso fará a diferença entre uma ação de marketing pra pagar de descolado, e um produto sério com ambições ecológicas reais.

Fonte: Electrek.

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários