Meio Bit » Hardware e periféricos » Alibaba vai vender carros na China em vending machines

Alibaba vai vender carros na China em vending machines

A Alibaba também quer brincar com maquininhas de venda: em janeiro alguns seletos chineses poderão agendar testes e comprar carros diretamente pela internet, retirando-os em vending machines em Xangai e Nanquim.

3 anos atrás

alibaba-car-vending-machine

A Alibaba, embora busque se tornar uma potência global mantém boa parte de suas mais significativas empreitadas na China, onde ela é uma gigante que dominou muitos dos aspectos do dia-a-dia da população; o controle sobre o sistema de pagamentos, que vem dando canseira no Apple Pay é um bom exemplo.

O mais recente movimento da Alibaba é entrar no ramos de venda de veículos, através de sua plataforma de comércio eletrônico Taobao. Neste mês a companhia assinou um contrato para dar início à venda de veículos da montadora americana na China através de seus serviços (além de esforços conjuntos no desenvolvimento de novas tecnologias, principalmente para veículos elétricos), mas ela é uma das várias empresas com que a gigante vai trabalhar. Só que a Alibaba irá se inspirar em algumas soluções já existentes e oferecerá os veículos através de vending machines gigantes, onde o consumidor poderá pegar um carro para test drive ou comprar diretamente.


Alibaba Group — The Ultimate Try-Before-You-Buy Experience for Car Shoppers

Funciona assim: o interessado pode escanear um carro de que gostou e viu na rua e através do software do Taobao, identificá-lo e selecioná-lo para um período de testes. É possível entrar com seus dados, tirar uma selfie e segundo a Alibaba as vending machines utilizarão reconhecimento facial para liberar o veículo ao cliente. Após três dias ele poderá pegar outro carro ou comprá-lo, tudo via app.

A previsão da Alibaba é abrir duas concessionárias automáticas já em janeiro de 2018, sendo uma em Xangai e outra em Nanquim; o que a empresa não informa é que apenas usuários Super Members e com um score alto no sistema de ranking social Zhima Credit (falaremos mais sobre isso num post futuro, aguardem) podem fazer uso da novidade; esses poderão testar até cinco carros dentro de um período de dois meses. Se o consumidor tiver um cadastro Super Member da Alibaba ele não precisará sequer depositar um valor prévio como garantia, que será devolvido se ele não adquirir o carro (o nosso cheque-caução).

As máquinas de venda de carros não são nenhuma novidade: em 2015 a concessionária norte-americana Carvana, uma das pioneiras em venda de veículos pela internet já apresentou o conceito através de uma unidade em Nashville, Tennessee em que o usuário que adquire o carro pode retira-lo, com direito a uma moeda gigante e tudo:


Carvana - Car Vending Machine

A AutoBahn Motors também tem sua experiência em Singapura, com uma máquina de 15 andares apenas para carros que custam a partir de US$ 1 milhão como Ferraris, Bentleys, Lamborghinis, Porsches e outros, voltadas para os petrolheads com muito dinheiro disponível:


RT — 'Luxury car vending machine': Million-dollar supercars on display in Singapore

Agora, se você quiser uma experiência desconcertante é só adquirir um Volkswagen e retirá-lo na Autostadt, o parque automotivo da companhia em sua sede na cidade de Wolfsburg, na Alemanha. A compra do carro dá direito a uma visita livre com refeições gratuitas, além de ter o prazer de retirá-lo na maior estação automatizada de entrega de veículos do mundo:


NCTV7 — World's biggest car delivery center Video Reuters

Apesar das pisadas na bola, nada como ser a maior multinacional do setor automobilístico.

Fonte: TechInAsia.

relacionados


Comentários