Meio Bit » Games » Hideki Kamiya explica exclusividade do Bayonetta 3

Hideki Kamiya explica exclusividade do Bayonetta 3

Com algumas pessoas ainda esperando que o Bayonetta 2 ou 3 um dia saiam para plataformas que não sejam da Nintendo, Hideki Kamiya diz que os direitos sobre tais jogos pertencem à SEGA e à BigN, logo…

4 anos atrás

bayonetta

Quando foi anunciado como um título exclusivo para o Wii U, muitas pessoas acreditaram que cedo ou tarde o Bayonetta 2 apareceria em plataformas de outras fabricantes. Mesmo tendo se passado mais de três anos desde o seu lançamento, alguns ainda guardam a esperança de isso acontecer, mas para que não haja dúvidas de que tanto ele quanto o seu sucessor não aparecerão no PC, Xbox One ou PS4, Hideki Kamiya foi ao Twitter esclarecer a situação.

Numa série de 15 mensagens, o criador da franquia explicou aos seus seguidores quem manda no futuro da bruxa.

Somos um estúdio que cria jogos ao assinar contratos com editoras e ao receber fundos delas para cobrir os custos de desenvolvimento. Para o Bayonetta 1, assinamos um contrato com a SEGA e recebemos fundos deles, então apresentamos um design para um jogo e entramos em produção. Todos os direitos pertencem à SEGA.

Quando começamos a fazer o Bayonetta 2, inicialmente recebemos fundos da SEGA para desenvolver o jogo para várias plataformas, mas o projeto ficou parado devido a circunstâncias na SEGA. A Nintendo entrou para continuar a financiar o jogo, nos permitindo terminá-lo. Portanto, os direitos pertencem à SEGA e à Nintendo. Os donos dos direitos decidiram que o jogo deveria ser feito para o Wii U."

O game designer agradeceu então a Nintendo, que lhes lhes permitiu usar na versão do Bayonetta para PC a dublagem japonesa que a casa do Mario mandou fazer quando o título foi adaptado para o Wii U. Esta adaptação inclusive só aconteceu porque a BigN a financiou e por a SEGA ter autorizado seu desenvolvimento.

Por fim, Kamiya ainda falou sobre a produção do Bayonetta 3, projeto que desde o início ficou decidido que a Nintendo financiaria integralmente. O japonês afirmou que sem a ajuda da fabricante do Switch tal jogo não existiria e que como os direitos sobre ele pertencem tanto à Nintendo quanto à SEGA, cabe a eles decidir onde disponibilizá-lo.

Ou seja, por mais que não existisse muita dúvida de que o segundo e o terceiro Bayonettas jamais apareceriam em uma plataforma que não seja da Nintendo, é bom ver alguém como o próprio Hideki Kamiya acabando com tal possibilidade. Portanto, se você gostou do primeiro jogo e tem interesse em jogar suas continuações, é bom tratar de conseguir um Switch.


Bayonetta & Bayonetta 2 - Launch Trailer (Nintendo Switch)

Fonte: NintendoEverything.

relacionados


Comentários