Meio Bit » Internet » Google de olho em mais um negócio: encurtar URLs

Google de olho em mais um negócio: encurtar URLs

12 anos atrás

google_URL

Por Mari-Jô Zilveti

A primeira vez que ouvi falar de encurtador de URL (que nome mais horrível, admito) foi há dois anos, com o tal do TinyURL. A tuitagem no Brasil ainda era tímida e a maioria das tuitadas brazucas era um bate-papo de tribos. Do papo furado para divulgar sites foi um pulo. Em seguida começarama pipocar vários serviços pra deixar endereços de sites mais curtinhos, afinal o Twitter só comporta 140 caracteres. No Brasil, em janeiro, o Migre.Me era bastante utilizado por mais da metade da tuitosfera. Havia ainda os arredios que preferiam o is.gd ou o Bit.Ly, que se transformou em negócio, sem esquecer de citar o HootSuite, com direito a rastrear o número de cliques com gráficos e estatísticas.

Estava faltando, porém, o Google esticar mais seus tentáculos. Não mais. No dia 14, a empresa anunciou que vem por aí o Goo.gl, a ferramenta oficial para encurtar endereços do maior serviço de buscas. Na mesma data, o rival Facebook criou o fb.me, que, por ora, apenas funciona para divulgar endereços de usuários. O meu, por exemplo, é http://fb.me/maryjozilveti.

Bom o povo do Google não costuma deixar pedra sobre pedra. Ou é Google. Ou é Google. Sem alternativas, ok? No blog oficial, são três os argumentos para justificar o serviço: estabilidade, segurança e velocidade.

_URL_valendo

No meu Nomadismo Celular, já fiz as devidas adaptações do FeedBurner, que agora virou Google FeedBurner. Vejam acima uma das telas da configuração. Resumindo, por ora o encurtador funciona no Google Toolbar e o serviço de RRS do FeedBurner seguramente vão se beneficiar.

goo.gl_funcionando

Não uso a barra, mas por força do ofício e para vocês leitores, instalei no IE. Configura daqui e dali. Testa mais um pouco et voilà. Acima na minha conta do Twitter, já dá pra ver o tal do goo.gl em ação.

Será o fim do Bit.Ly? Eu não apostaria já. Esse serviço já tratou de fechar acordos com outros grandes. Em breve, leiam post do Rodrigo Ghedin, que sabe muito das coisas.

relacionados


Comentários