Meio Bit » Hardware » Matando mosquitos com "lasers"

Matando mosquitos com "lasers"

12 anos atrás

Um dos alvos da Fundação Bill e Melinda Gates é erradicar a malária, essa doença que a cada 45 segundos mata uma criança na África.

As técnicas tradicionais de fumigação não são eficientes, dada a área a ser controlada, além do dano ambiental, pois o veneno não mata só o mosquito, afeta outras espécies também.

Entre as várias alternativas não-convencionais sendo pesquisadas está a Cerca Fotônica, desenvolvida pelo Intelectual Ventures Lab.

A idéia é utilizar sensores para identificar insetos voadores a 30m de distância. Feita a identificação preliminar, um laser não-letal escaneia o bicho. Um software identifica se é um mosquito, uma mariposa, uma abelha ou outro tipo de inseto. No caso dos mosquitos, o sistema determina até o sexo (só as fêmeas picam). Uma série de salvaguardas checa se não há humanos ou objetos no caminho, então um segundo laser, mais forte é ativado.

O mosquito sofre morte instantânea.

laser

Um protótipo foi construído com peças compradas no eBay, componentes comerciais como lasers usados em players BluRay podem ser utilizados. A preocupação agora é minimizar o uso de energia, pois esse tipo de equipamento deverá ser instalado em regiões rurais, com pouca e não-confiável malha elétrica.

Neste link aqui há um vídeo do laser em ação. (3o, de cima para baixo) é quase poético ver o mosquito sendo alvejado em câmera lenta.

A solução não é nenhuma bala mágica. É parte de um conjunto muito maior de iniciativas, mas do ponto de vista tecnológico é a mais cool. Seria muito bom se a Deal Extreme tivesse algo assim.

Fonte: BoingBoing

relacionados


Comentários