Meio Bit » Engenharia » Maior túnel do mundo pode unir China continental a Taiwan

Maior túnel do mundo pode unir China continental a Taiwan

China quer criar um túnel submarino de 135 km até Taiwan, que seria o maior da história, mas o projeto pode não sair por questões políticas entre os governos.

2 anos atrás

Maior túnel do mundo pode unir China continental a Taiwan

Existe um projeto para um túnel de 135 km ligando a China a Taiwan, com trens rodando a 250 km/h fazendo o percurso entre o continente e a ilha. Este túnel submarino seria o maior já construído no mundo, e por isto mesmo um grande feito da engenharia, mas por enquanto, ele ainda está no papel por disputas políticas, sem previsão oficial se tornar realidade.

As dimensões ficam realmente absurdas ao ser compararmos o projeto com o túnel que cruza o canal da Mancha entre Inglaterra e França, com seus 37,9 km de extensão. Também existe o túnel Seikan, no Japão, que é ainda maior, mas sua parte debaixo d'água é menor (23,3 km). O processo de construção seria o mesmo do canal franco-britânico, uma união de três túneis individuais, a diferença (além da extensão) é que os túneis individuais seriam maiores, com 10 metros de diâmetro cada.

Gráfico do SCMP mostra percurso do maior túnel do mundo que uniria China continental a Taiwan

O túnel entre China e Taiwan teria três passagens, duas para os trens em direção oposta e a do meio para linhas de comunicação, energia e também para saídas de emergência. Ele seria escavado a 200 metros de profundidade, e seu percurso teria que ser desviado de duas falhas de placas tectônicas no fundo do oceano.

Os locais de partida seriam Pingtan na China e Hsinchu, perto de Taipei, Taiwan. O projeto também prevê a necessidade de criar duas ilhas artificiais no meio do trajeto, para criar uma estação de tratamento de ar para abastecer o túnel. Parece coisa de ficção científica, mas em se tratando de um país que está construindo 20 usinas nucleares flutuantes, e já planejou capturar um asteroide e colocá-lo em órbita ao redor da Terra, esse túnel não me parece nada absurdo.

Se a parte técnica do túnel já se tornou viável com a tecnologia que a China domina hoje em dia, ainda existe uma imensa barreira política a ser transposta, já que o país considera a antiga ilha de Formosa como parte do seu território e que deve ser anexada (por quaisquer meios sejam necessários), enquanto o governo de Taiwan se orgulha da sua independência como nação soberana. Pode-se imaginar que um túnel assim não seria muito bem-vindo pelos governantes de Taiwan, ainda que pudesse eventualmente significar um grande avanço econômico para a população da ilha.

De acordo com informações do SCMP (South China Morning Post), existe uma equipe de pesquisa chinesa trabalhando em Pingtan com geólogos e engenheiros fazendo perfurações para coleta de pedras do solo, rodando simulações e analisando os riscos eventuais para o meio ambiente de um grande projeto na cidade, mas a China garante que eles não estão trabalhando no túnel para Taiwan, e sim na estrada/túnel terrestre entre Pingtan e Fuqing, que aliás, também será outro feito, com direito a um trecho submarino de 11 km e custo previsto de US$ 12 bilhões.

Minha grande dúvida não é se as autoridades chinesas irão começar a construção do túnel de unilateral antes de chegar a um acordo com o governo de Taipei, e sim quando irão fazer isso. Outra coisa que também tenho uma baita curiosidade é saber quanto custaria um projeto assim. Aguardemos as cenas dos próximos capítulos. De qualquer forma, o túnel ainda vai demorar e muito, pois mesmo que todos os empecilhos políticos sejam resolvidos, a estimativa é que uma obra desta magnitude poderia levar até três décadas para ser concluída.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários