Meio Bit » Engenharia » Este Bugatti Chiron foi feito com um milhão de peças de LEGO. E funciona

Este Bugatti Chiron foi feito com um milhão de peças de LEGO. E funciona

Isso sim é um brinquedo de gente grande: LEGO constrói uma réplica em tamanho real do Bugatti Chiron, o carro mais rápido do mundo nos mínimos detalhes de plástico. E ele funciona de verdade, atingindo velocidades de até 20 km/h.

3 anos atrás

As pecinhas de LEGO podem ser vistas de duas formas: como instrumentos de tortura ao pisar em uma delas ou como excelente ferramenta de aprendizado. Para crianças mais crescidinhas há os kits Mindstorm, que ensinam conceitos de robótica e programação e o Technic, que oferece conjuntos para a montagem de réplicas de carros, barcos, tratores, caminhões, jatos, guindastes (nada no nível deste aqui, mas quase), tudo funcional.

Um desses kits é o do Chiron, hoje o carro mais rápido do mundo e a atual obra-prima dos engenheiros da Bugatti. Mas como seria um modelo de plástico em escala? A LEGO tratou de descobrir.

Foram necessárias mais de um milhão de pecinhas do kit Technic, mas os malucos da fabricante de brinquedos conseguiram recriar o Chiron em escala 1:1 nos mínimos detalhes. Desde a parte frontal ao aerofólio, os retrovisores e o design curvilíneo, está tudo em seus devidos lugares. Ele não possui para-brisa ou janelas, mas esse é um detalhe menor.

A LEGO empregou poucas partes reais de um carro na réplica, sendo os pneus indispensáveis por razões óbvias: a proposta era apresentar um veículo de plástico completamente funcional e não um modelo estático.

Bugatti Chiron original e a réplica em LEGO, lado a lado

O Chiron da LEGO utiliza 339 elementos diferentes da linha Technic, e serviu inclusive para testar uma nova variante de peças transparentes utilizadas nos faróis, completamente funcionais. O motor também foi construído com peças da companhia, como um teste de campo para as capacidades dos kits que vende para a criançada.

O Chiron de plástico pesa ao todo 1.500 kg, sendo 1.045 kg o motor; já sua contraparte pesa apenas 500 kg a mais, um exemplo de engenharia estado da arte se lembrarmos que estamos falando de um supercarro.

A LEGO colocou o experiente piloto de testes da Bugatti Andy Wallace, vencedor das 24 Horas de Le Mans no volante do Chiron, que o levou para passear pelas ruas de Ehra Lessien, na Alemanha. Ele adorou o "carrinho", mesmo com apenas 5,3 cv e velocidade máxima de apenas 20 km/h; a título de comparação, o Chiron real possui 1.479 cv, vai de 0 a 100 km/h em 2,5 segundos e alcança velocidades superiores a 420 km/h; a Bugatti, como sempre não revela a velocidade máxima.

Segundo Lena Dixen, vice-presidente de Marketine e Produtos da LEGO, a réplica do Chiron "é o primeiro do tipo em vários aspectos", e o que foi aprendido na experiência será inevitavelmente aplicado em novos em melhores produtos.

Claro que o modelo da LEGO em escala não está disponível, mas você pode adquirir o kit LEGO Technic no Brasil por módicos R$ 2.999,99 (lá fora, US$ 349,99); já o Bugatti Chiron de verdade não sai por menos de US$ 3,26 milhões, ou R$ 13,6 milhões em valores de hoje (05/09/2018).

E só para não perder o costume, fique com uma palhinha da versão para crianças grandes (e com bolsos fundos) do Bugatti Chiron, como visto na última temporada de The Grand Tour:

Com informações: Ars Technica.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários