Meio Bit » Robótica e IA » Pesquisa revela: crianças são facilmente influenciadas por robôs

Pesquisa revela: crianças são facilmente influenciadas por robôs

Um monte de coisas influenciam nossas decisões, inclusive pressão de grupo. Agora uma pesquisa descobriu algo interessante: ROBÔS podem influenciar opiniões e decisões, mas só de crianças.

3 anos atrás

Não que seja algo inédito, eu faria tudo que uma Caprica 6 ou uma Dolores mandassem, mas adultos mais racionais tendem a desconfiar de robôs, e por sua natureza mecânica e artificial não são tratados como fonte de autoridade. Curiosamente essa distinção não é feita por crianças.

Embora filhotes sejam geneticamente programados para identificar adultos, e respeitar sua autoridade, aparentemente essa capacidade se estende a outros tipos de entidades, como robôs.

maxresdefault

Um experimento feito por cientistas alemães replicou o clássico experimento do psicólogo polonês Solomon Asch, feito nos anos 50. Nele atores disfarçados de estudantes induziam as cobaias (outros estudantes) a responder errado uma série de perguntas simples, como por exemplo qual linha da direita é mais semelhante à linha da esquerda.

screenshot-10_09_2018-13_44_52

Asch demonstrou que somos todos suscetíveis a pressões externas, e que podemos tomar decisões erradas por influência de um grupo social. É algo óbvio mas ciência não se faz na base do achismo nem de “coisas que todo mundo sabe”. Em seu seminal paper Opinions and Social Pressure (cuidado, PDF) ele examina os mecanismos da pressão de grupo, incluindo coisas como qual o mais influente, a unanimidade de opinião ou o tamanho da maioria representativa de cada opinião?

O experimento alemão foi além. Em vez de humanos, testaram o efeito da opinião de robôs na tomada de decisão de humanos, e descobriram que adultos obram e andam pra eles. Isso contrariou conhecimento estabelecido, havia a impressão que humanos eram muito mais influenciados por “atores digitais” do que realmente são.

Expandindo a pesquisa, os alemães resolveram experimentar com crianças (70 anos atrás essa frase seria bem mais sombria) e descobriram que ao contrário dos adultos elas, que acertavam sem problemas quando faziam o teste sozinhas, quando havia robôs presentes dando a resposta errada a criançada ia atrás e errava tudo também.

screenshot-10_09_2018-14_04_48

Esse experimento pode ser usado para justificar o investimento em diversos tipos de aplicações, em todo o espectro moral. Dá pra pensar em robôs em shoppings e cinemas induzindo crianças a pedir pros pais que comprem brinquedos ou revistas, mas ao mesmo tempo é possível a criação de professores-robôs, tipo um Ted Ruxpin (pergunte a seus pais) interativo.

Um robô-professor de brinquedo pode ser muito mais que um brinquedo, agora que a gente sabe que a criança reconhece a autoridade do robô e é influenciada por ele.

O grande problema é saber qual mensagem os robôs estão ensinando às crianças.

benderkillallhumans-580x358

O experimento foi detalhado no paper Children conform, adults resist: A robot group induced peer pressure on normative social conformity.

Fonte: The Verge.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários