Meio Bit » Software » Desenvolvedores podem rastrear usuários que desinstalam apps

Desenvolvedores podem rastrear usuários que desinstalam apps

Jogo sujo: ferramentas permitem que desenvolvedores saibam quando apps são removidos, e tentam trazer usuário de volta com anúncios.

2 anos atrás

Nós sabemos que enquanto usamos apps em nossos smartphones, os desenvolvedores coletam informações para vários fins, desde melhorar seu produto a exibir anúncios. O que não sabemos, no entanto é que quando removemos um deles, podemos estar sendo rastreados e bombardeados com propaganda, numa tentativa desesperada de grandes e pequenas empresas de nos trazer de volta.

Rawpixel / Stalker Dev / Apps / Unsplash

De acordo com uma reportagem do site Bloomberg Businessweek, diversas companhias como MoEngage, Localytics, CleverTap, Adjust e AppsFlyer, entre outras oferecem ferramentas de monitoramento para grandes operadoras e empresas, como T-Mobile e Spotify que seriam essencialmente "rastreadores de desinstalação": tais softwares seriam capazes de identificar quando um aplicativo foi removido de um dispositivo móvel iOS ou Android, permitindo que o usuário direcione anúncios através de notificações push, de modo a convencer o cliente a reinstalar o app.

Só que estes recursos não estariam ao alcance apenas dos grandes players: segundo informes, desenvolvedores médios e pequenos também utilizam tais softwares, e estes bombardeiam o usuário egresso com mensagens implorando para que ele volte.

Esses programas se baseiam em como Apple e Google gerenciam suas lojas de apps. Os desenvolvedores podem por padrão acessar um smartphone ou tablet em que seus apps estão instalados, com estes enviando e recebendo dados para suas respectivas companhias. Se uma aplicação é removida, a comunicação é cortada e o desenvolvedor não tem como saber os motivos que o levaram a perder aquele usuário, ao menos não oficialmente.

iOS / Android / App Store / Google Play Store

As ferramentas de rastreio utilizam o ID de anúncios que cada dispositivo móvel possui, que é relacionado à sua conta pessoal do Google ou sua Apple ID. Quando um app é removido, esse software identifica o usuário e dispositivo e passa a enviar anúncios e notificações, com pedidos de "por favor volte para nós". É possível que você já tenha visto algo do tipo, pouco tempo depois de desinstalar qualquer tipo de app de seu gadget, só que oficialmente Apple e Google não permitem o uso de tal estratégia.

O mais lamentável é que esses rastreadores poderiam ser utilizados de maneiras menos intrusivas, por exemplo ao identificar o comportamento do usuário e desse modo, permitir que o desenvolvedor identificasse por que seu app foi removido; assim, os mesmos poderiam melhorar seus produtos e reduzir a taxa de remoção, mas o caminho mais fácil é de fato afogar o usuário perdido com anúncios.

Como faço para me livrar dessas notificações de apps removidos?

Se você já passou por isso e deseja fugir de desenvolvedores puxando o seu pé, saiba que é possível fazê-lo configurando sua conta pessoal para exibir menos anúncios:

  • no Android, você deve acessar as configurações de sua conta, clicar em Configurações de Anúncios  e depois, em Gerenciar Configurações de Anúncios. Na tela seguinte, basta desligar a chave de Personalização de Anúncios;
  • no iOS, é preciso entrar em Ajustes, Privacidade, Publicidade e ligar chave "Limitar Publicidade Rastreada"; no tvOS, vá em Ajustes, Geral, Privacidade e faça a mesma coisa. A Apple disponibiliza um tutorial bem completo, que informa inclusive que você pode desligar os anúncios baseados em sua localização.

Você obviamente deixará de receber anúncios personalizados, mas também não será amolado por desenvolvedores passando a sacolinha.

Com informações: Bloomberg Businessweek, ExtremeTech.

relacionados


Comentários