Meio Bit » Games » Roomba ganha uma nova função: criar mapas de DOOM

Roomba ganha uma nova função: criar mapas de DOOM

Desenvolvedor cria ferramenta que utiliza os mapas criados por um Roomba para limpar a casa, e os transforma em estágios de DOOM

3 anos atrás

O Roomba, um dos robozinhos mais bem-sucedidos da atualidade, acaba de ganhar uma nova função: graças a um desenvolvedor com muito tempo livre neste Natal, ele agora pode ser usado como fonte para criar estágios inéditos em DOOM, o jogo eterno da id Software.

Roomba with AR-15

A bem da verdade, a versão original de DOOM evoluiu de game para prova de conceito. Por ser tão leve e otimizável, já conseguiram fazê-lo rodar em calculadoras gráficas, pianos, caixas eletrônicos, impressoras e na Touch Bar do MacBook Pro. Basicamente, todo bom hacker não pergunta se um novo eletrônico "roda Crysis", mas define como meta fazê-lo rodar DOOM.

O Roomba não foi exceção, mas o robozinho possui recursos mais interessantes: seu sistema SLAM (Simultaneous Localization And Mapping, ou Mapeamento e Localização Simultâneos) o permite que ele mapeie o ambiente designado para aspirar, de modo a traçar rotas otimizadas, evitar carpetes fofos, escadas e outros obstáculos.

Cada Roomba, por padrão, armazena a planta da casa que foi designado a limpar, e esses mapas já foram motivo de polêmica quando a fabricante iRobot expressou seu desejo de fazer dinheiro com eles, mas um desenvolvedor chamado Rich Whitewouse achou uma maneira mais divertida de aproveita-los.

Ele é um veterano da indústria de games, tendo trabalhado na versão original de Prey e em Star Wars Jedi Knight II: Jedi Outcast, entre outros títulos. Ele é o responsável pela ferramenta Neosis, capaz de transferir conteúdos digitais e convertê-los para uso em diversas plataformas. Agora, ele revelou um novo módulo para o software chamado DOOMBA (DOOM + Roomba), em comemoração aos 25 anos de DOOM.

Como funciona? O DOOMBA é capaz de coletar os mapas criados pelo Roomba através da rede Wi-Fi, e converte-os em modelos tridimensionais que podem ser aplicados em estágios novos de DOOM. O plugin oferece um grande número de customizações, assim o usuário pode alterar as texturas e cores, adicionar elementos e inimigos, acrescentar itens e munição... enfim, transformar a planta da sua casa em uma fase no jogo.

Whitehouse avisa que há chances de que o DOOMBA não funcione em todos os modelos de Roomba (ele o testou apenas no que ele possui, um Roomba 980), e que algumas funções avançadas, se mal utilizadas podem causar efeitos imprevisíveis, mas esta é uma oportunidade muito boa para fuçadores de plantão, em tentar melhorar uma script que permite usar seu Roomba para algo mais do que só aspirar.

Porém, ainda que o Roomba tenha se tornado mais uma ferramenta do Dark Lord, ele ainda não é imune a presentinhos; ao menos, não por enquanto.

Com informações: RichWhitehouse.com, Polygon.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários